Pequenas operadoras são campeãs de acesso banda larga em 11 estados

Em nova reportagem especial, examinamos a fatia de mercado das principais prestadoras de internet fixa em cada região do país; confira os gráficos.

Foto: Misha Feshchak/Unplash

O mercado de banda larga fixa no Brasil continua a experimentar um forte crescimento. Entre 2007 e 2018, o número de assinaturas do serviço aumentou 276%, passando de 8,3 milhões para 31,1 milhões.

Apesar dos grandes investimentos das principais operadoras do país, muitas regiões ainda seguem desconectadas. Felizmente, onde os grandes players não chegam, as pequenas empresas de banda larga estão conquistando seu espaço no mercado.


Atualmente, as operadoras Claro, Oi, Sky, TIM e Vivo são classificadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) como empresas de grande porte. Todas as demais são consideradas Prestadoras de Pequeno Porte (PPPs).

Segundo dados coletados entre janeiro e outubro deste ano e divulgados pela Anatel, as PPPs já são responsáveis pelo maior número de acessos de banda larga fixa em 11 estados e 3 capitais.

Já as operadoras de grande porte, Claro e Oi estão em destaque.

Após a aquisição da NET e os investimentos em expansão da banda larga, a Claro conseguiu aumentar a sua fatia no mercado, ficando na liderança em 4 estados e no Distrito Federal, além de 17 capitais, principalmente nos maiores mercados, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Mesmo diante de uma longa recuperação judicial, o serviço de banda larga da Oi está no topo do ranking em 10 estados e 6 capitais.

PPPs

Segundo dados da Anatel de acessos 2019, as prestadoras de pequeno porte de banda larga fixa conseguiram superar as grandes operadoras e estão no topo do ranking de acessos em 11 estados brasileiros, principalmente nas regiões nordeste e sul.

  1. Rio Grande do Norte (64,71%)
  2. Amapá (63,86%)
  3. Ceará (62,03%)
  4. Minas Gerais (47,55%)
  5. Paraíba (41,97%)
  6. Sergipe (39,86%)
  7. Santa Catarina (36,07%)
  8. Bahia (34,98%)
  9. Paraná (34,71%)
  10. Pernambuco (33,39%)
  11. Rio Grande do Sul (32,93%)

Até mesmo com a alta concorrência com as grandes empresas, as pequenas operadoras também dominam o mercado em 3 capitais.

  1. Macapá (61,68%)
  2. Natal (45,05%)
  3. Fortaleza (33,11)

NOTÍCIAS SOBRE PPPs

–> Anatel estabelece novo critério para prestadoras de pequeno porte

–> Empresas de pequeno porte conquistam vice-liderança em banda larga

–> Provedores regionais de internet deixam Oi, Vivo e Claro para trás

OI

A Oi aparece logo atrás das PPPs, estando no topo dos acessos de banda larga fixa — entre janeiro e outubro — em 10 estados, principalmente nas regiões norte e nordeste. O destaque fica para Roraima, onde a operadora está presente em 86% do mercado.

  1. Roraima (86,21%)
  2. Acre (60,44%)
  3. Rondônia (51,06%)
  4. Tocantins (53,27%)
  5. Mato Grosso (38,49%)
  6. Goiás (38,03%)
  7. Piauí (36,94%)
  8. Rio de Janeiro (35,56%)
  9. Mato Grosso do Sul (33,27%)
  10. Maranhão (31,31%)

Já nas capitais, a operadora aparece em primeiro em 6 capitais. Assim como o estado Roraima, a Oi também domina o mercado de Boa Vista, com quase 86% de participação.

  1. Boa Vista (85,83%)
  2. Porto Velho (53,84%)
  3. Rio Branco (53,22%)
  4. Palmas (38,56%)
  5. Salvador (34,80%)
  6. Teresina (34,71%)

NOTÍCIAS SOBRE A OI

–> Novo plano estratégico da Oi destaca expansão da fibra ótica

–> Fibra ótica da Oi já está em 76 municípios

–> Oi Fibra perde o reinado no ranking Netflix

CLARO

A Claro está na liderança em apenas quatro estados e no distrito federal, incluindo São Paulo, o principal mercado de telecomunicações do país.

  1. Amazonas (63,41%)
  2. São Paulo (40,67%)
  3. Distrito Federal (44,77%)
  4. Alagoas (36,80%)
  5. Pará (33,73%)

No entanto, a operadora é líder em 17 capitais, principalmente as mais populosas.

  1. Manaus (66,03%)
  2. Florianópolis (59,33%)
  3. Porto Alegre (56,12%)
  4. Belo Horizonte (52,98%)
  5. João Pessoa (52,65%)
  6. Maceió (52,32%)
  7. Belém (51,58%)
  8. Rio de Janeiro (49,55%)
  9. São Luís (49,18%)
  10. São Paulo (45,44%)
  11. Brasília (44,77%)
  12. Cuiabá (44,22%)
  13. Vitória (43,36%)
  14. Campo Grande (39,99%)
  15. Curitiba (38,40%)
  16. Aracaju (32,08%)
  17. Goiânia (33,43%)

NOTÍCIAS SOBRE A CLARO

–> Banda larga móvel da Claro é a mais rápida do Brasil

–> Fibra ótica da Claro chega em várias cidades

–> Claro é obrigada a aumentar velocidade da internet de cliente

VIVO

A Vivo tem a maior fatia de acessos em apenas um estado (Espírito Santo) e em uma capital (Recife).

  1. Espírito Santo (31,14%)
  1. Recife (40,99%)

NOTÍCIAS SOBRE A VIVO

–> Vivo irá investir R$ 7 bilhões em fibra ótica até 2020

–> Vivo Fibra tem nome alterado em várias cidades do país

–> Cidade de Goiás será a primeira a receber fibra franqueada da Vivo

TIM

A TIM não é líder em banda larga fixa em nenhum estado ou capital brasileira. Na verdade, em boa parte do país a sua fatia no mercado está próxima de 0%. A operadora tem uma maior participação em 5 estados, mesmo assim, com números bem abaixo do que suas concorrentes.

  • Rio de Janeiro (6,08%)
  • Amazônia (2,84%)
  • São Paulo (2,56%)
  • Goiás (1,81%)
  • Bahia (1,39%)

NOTÍCIAS SOBRE A TIM

–> TIM vai apostar em banda larga fixa via 5G

–> TIM Live chega em novas cidades

–> TIM Live atinge a marca de 500 mil assinantes

SKY

Assim como a TIM, a SKY também não é líder em nenhum estado ou capital. Em vários estados o uso da banda larga via 4G LTE da operadora está na faixa dos 0%, principalmente, nos maiores mercados brasileiros. A empresa tem um maior número de acessos em estados da região centro-oeste, norte e nordeste.

  • Amapá (9,57%)
  • Amazonas (9,33%)
  • Maranhão (7,54%)
  • Pará (7,21%)
  • Rondônia (3,93%)
  • Mato Grosso (3,49%)
  • Piauí (3,49%)
  • Rondônia (3,29%)
  • Goiás (2,93%)
  • Distrito Federal (2,39%)
  • Sergipe (2,03%)
  • Mato Grosso do Sul (1,84%)
  • Ceará (1,48%)
  • Paraíba (1,43%)
  • Minas Gerais (1,04%)

NOTÍCIAS SOBRE A SKY

–> SKY e Oi perdem clientes em banda larga

–> SKY paga mico em banda larga pelo segundo mês consecutivo

–> SKY completa 22 anos; relembre os marcos da companhia

[ATUALIZAÇÃO – 14/05/2020 14h04]:

Diferentemente do que foi publicado, o serviço de banda larga oferecido pela SKY não é por satélite. Na verdade, ela é transmitida por 4G LTE. O texto foi atualizado.

Com informações de Anatel.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

5
DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
5 Número de Comentários
0 Número de Respostas
2 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
5 Autores de comentários
Elvis DorowPimentel JacintoTauan FontouraJayme RibeiroFabio Vargas Autores recentes de comentários
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Fabio Vargas
Colaborador

Eu sei de uma coisa…aqui em Vila Velha – ES a Loga Internet está derrubando as grandes fácil fácil… serviço, qualidade e preço top.

Cidade - UF
Vila Velha - ES
Jayme Ribeiro
Colaborador
Jayme Ribeiro

A Claro só não é melhor no Rio de Janeiro capital, por que não atende a cidade toda. Já a Oi atende a capital, as cidades do interior e baixada fluminense.

Cidade - UF
Rio de Janeiro - RJ
Tauan Fontoura
Colaborador
Tauan Fontoura

A Oi só é líder por falta de concorrência.
Internet da Oi é uma porcaria.

Cidade - UF
Porto Velho RO
Pimentel Jacinto
Colaborador
Pimentel Jacinto

A oi está à beira da falência porque não está entrando dinheiro, com essa qualidade de serviços vai ser difícil entrar grana, qual seria a solução? Venda logo a divisão móvel porque a você dona Oi não é páreo para concorrer com Claro, Vivo e Tim, pega o dinheiro da venda da divisão móvel e invista pesado em cobertura de fibra antes que seja tarde demais, pois os provedores regionais estão dando um show de competência, aqueles bairros ou localidades que só seria atendida pelas grandes lá pra 2050 estão pouco a pouco sendo servidos ( aliás muito bem servidos)… Leia mais »

Cidade - UF
Sabará- MG
Elvis Dorow
Colaborador
Elvis Dorow

Banda larga da Sky não é via satélite, é via rede 4G.

Cidade - UF
Blumenau - SC