06/07/2022

Quem lidera o mercado de banda larga fixa nas capitais

Considerando as capitais com mais de 1 milhão de hab, confira a operadora que comanda o serviço: Claro, Vivo, TIM, Oi ou as Competitivas.

Atualmente, o Brasil conta com quatro grandes empresas de telecomunicação que fornecem serviço de banda larga fixa no país: TIM, Vivo, Oi e Claro. Considerando as capitais com mais de 1 milhão de habitantes, no primeiro trimestre deste ano, a Claro foi a líder de market share em 10 das 14 capitais.

A Vivo lidera em São Paulo, a Oi em Salvador e em São Luís, as Competitivas, que incluem todas as prestadoras de pequeno porte (PPPs), lidera em Fortaleza.

Estas 14 capitais concentram 43,0 milhões de pessoas e 11,2 milhões de acessos banda larga fixa, sendo que a densidade é de 26 acessos/100 habitantes, número maior do que a do Brasil, com 19 acesso/100 habitantes. O market share da Claro nestas 14 capitais era de 41,0%, seguida pela Vivo 23,7%, Competitivas (15,3%), Oi (15,1%) e TIM (5,0%).

Vale ressaltar que são consideradas aqui as capitais que possuem mais de 1 milhão de habitantes.

São Paulo

Embora a Vivo seja líder no market share do serviço banda larga fixa, com 40,9%, a Claro está coladinha com 39,5%. No 1T22, as duas contabilizam 80,2% dos 3,9 milhões de acessos à capital. As competitivas tinham 12,6% dos acessos, com destaque para a Surf e Alloha. Enquanto que a TIM possui 6,3% e a Oi com 0,7%. No que diz a tecnologia usa, fibra comenda o mercado com 45,9% dos acessos, seguida da Cabo com 38,8% e xDSL com 9,6%.

Rio de Janeiro

Na capital carioca, a Claro é líder isolada com 54,4% de participação do mercado, contando com 1,7 milhões de acessos no primeiro trimestre de 2022, seguida da Oi com 21%. A terceira colocação é liderada pelas Competitivas (9,4%), mas a Vivo (8,1%) e a TIM (8,1%) estão também na disputa.

No Rio de Janeiro, a banda larga fixa através de cabo é a principal tecnologia com 51,5% dos aceso, seguida da xDSL com 22,9% e fibra óptica com 20,6%.

Brasília

A Claro lidera com um market share de 44,4% dos 787 mil acessos no 1T22, seguida da Oi com 24,8%, Vivo (17,3%) e pela Competitivas (12,8%). Fibra é a principal tecnologia com 44,8% dos aceso, seguida pelo cabo (41,8%) e xDSL (9,6%).

Salvador

Quem lidera o serviço de banda larga fixa na capital baiana é a Oi com market share de 30,3%, possuindo 481 mil acessos no 1T22. Na segunda posição fica a Claro com 23,9%, seguido da Vivo e as Competências disputando a terceira posição, com 18,2% e da TIM com 10,1%. A fibra é a tecnologia com maior porcentagem de acesso, com 54,0%, enquanto que a Cabo tem 23,1% e a DSL 14,3%.

Fortaleza

Capital que é dominada pelas Competitivas com um market share de 58,9% dos 562 mil acessos banda larga fixa no primeiro trimestre deste ano. O destaque vai para a Alloha Fibra com maior participação (21,3%), seguida pela Videomar (11,7%) e a Brisanet (11,6%).

Com participações próximas entre si, a Oi tem 18,1% de market share, seguida da Claro (12,6%) e Vivo (10,5%). Fibra óptica lidera com 72,9% dos acessos, seguida da Cabo com 15,9% e xDSL (9,0%).

Belo Horizonte

Mais uma capital que tem como líder a Claro, com market share de 51,2% dos 846 mil acessos contabilizados em 1T22. Em seguida vem a Oi (21,9%) e Vivo e Competitivas (12,7%). O cabo é a principal tecnologia com 50,5% dos acessos, seguida pela fibra (37,8%) e pelo xDSL (8,9%).

Manaus

Dos 424 mil acessos de banda larga fixa na capital, 47,8% da participação de mercado são da Claro. Em segunda posição ficam as Competitivas com 25,5%, enquanto que a Vivo, TIM e Claro disputam a terceira posição com 11,1%. Nesse caso, a SKY que possui 4,7% de mercado está incluída nas Competitivas. A tecnologia mais usada é a cabo com 47,1% dos acessos, seguido pela fibra com 46,7%.

Curitiba

No primeiro trimestre de 2022, a Claro manteve a liderança na capital, com participação de 34,4%, seguida da Vivo (23,7%) e Oi (23,3%) que disputaram a segunda posição. Entre as Competitivas, a LIGGA (antiga Copel Telecom) é a principal com 13,2% de mercado. Fibra óptica é líder com 37,6% do acesso, cabo segue com 36,4% e xDSL com 24,0%.

Recife

Com registro de 1,7 milhão de habitantes em 2021, o serviço de banda larga fixa em Recife é comandada pela Claro com market share de 34,6% dos 238 mil acessos registrados no 1T22. A Vivo (23,6%) e a Oi (21,5%) disputam a segunda colocação, seguida da TIM (11,6%) e Competitivas (8,7%). A principal tecnologia, com 539% dos acessos é a fibra óptica, seguida da cabo com 31,4% e sDSL com 10,1%.

Goiânia

Também líder em Goiânia, a Claro apresentou 33,0% de market share dos 423 mil acessos registrados no primeiro trimestre deste ano. Em seguida vem a Oi com 25,0%, a Vivo (18,6%), a TIM (12,8%) e as Competitivas (10,7%).

De acordo com o portal Teleco, no 1T22, a Linq e a The Fiber não reportaram todos os seus acessos no trimestre, o que distorceu o market share das Competitivas. Em relação à tecnologia, fibra lidera com 50,7% dos acessos, seguida pelo cabo com 32,3% e pelo xDSL com 13,5%.

Porto Alegre

Também liderada pela Claro, operadora registrou market share de 51,8% dos 512 mil acessos de banda larga fixa no 1T22, enquanto que bem lá embaixo ocupando a segunda posição está a Vivo com 20,8%, seguida da Oi com 18,1%. As Competitivas contabilizaram 1,4% de participação, com destaque para a Unifique. O cabo é a principal tecnologia com 50,8% dos acessos, seguida pela fibra (37,1%) e pelo xDSL (6,9%).

Belém

A Oi (37,4%) disputou com a Claro, que levou a melhor com market share de 39,3% dos 245 mil acessos registrados no 1T22. Em terceiro lugar disputam a Vivo (12,7%) e a Competividade (10,5%). A fibra é a principal tecnologia com 51,5% dos acessos, seguida pelo cabo (38,2%).

São Luís

Dessa vez, a Claro (31,8%) perdeu a liderança para a Oi que contabilizou 41,4% do mercado no período mencionado. Com 13,3% do market share, a Vivo e as competitivas disputam a terceira posição. Na tecnologia usada, a fibra ganha com 61% dos acessos, contra 30,8% da cabo.

Maceió

Com mais de 10% de diferença, a Claro é líder com participação de mercado de de 41,7% dos 161 mil acessos no primeiro trimestre de 2022, seguida pelas Competitivas com 38,7% de participação, sendo que a Brisanet é a principal com 30,3% de market share. A tecnologia fibra óptica lidera com 49,5% dos acessos, seguida pelo cabo com 41,0%.

Conclusão

Embora a Claro seja líder em 10 das 14 capitais mencionadas aqui, a operadora ainda pode perder esse posto em Belém e Maceió para a Oi e para as Competitivas, respectivamente.

Outro ponto que deve ser notado é que a operadora TIM não possui muita presença no segmento de banda larga fixa, pelo menos não nas capitais consideradas nesses dados.

Além disso, a fibra óptica também é a principal tecnologia nos acessos do serviço. Com o tempo, é esperado que a tecnologia avance cada vez mais, e aos poucos vá ocupando mais mercado.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.

2 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
2
0
O que você acha? Comente!x