Início5GClaro faz experimento com 5G SA em comunidade de Paraisópolis

Claro faz experimento com 5G SA em comunidade de Paraisópolis

Instituto Pró-Saber, Ericsson, Nokia e Motorola uniram-se à operadora para realizar testes científicos de aplicação do 5G Standalone.

Em iniciativa conjunta com o Instituto Pró-Saber SP, a Claro está oferecendo conectividade 5G Standalone experimental com moradores na comunidade de Paraisópolis. Realizado na sede da organização, o objetivo do experimento é fazer testes científicos de aplicação, testando todo o potencial da nova rede. Os testes estão utilizando a faixa de 3,5GHz e com todos os componentes de rede exclusivos da nova tecnologia.

Os jovens que são atendidos pela entidade terão acesso a internet com ultravelocidade, através de smartphones configurados para se conectar na rede 5G e outros dispositivos conectados via wi-fi, por meio de um modem de acesso (CPE) 5G, que é o primeiro dispositivo do tipo homologado no Brasil.

Com os testes, os jovens poderão aproveitar a conectividade de altíssima qualidade para poder aprofundar o conhecimento e realizar cursos online nas plataformas Descomplica e Claro cursos, de forma gratuita. O Instituto Claro também irá disponibilizar materiais educativos para os jovens.

Paulo Cesar Teixeira, CEO da Claro para consumo e PME afirma que

“Para a Claro, este é um novo marco e mais um importante passo para a implementação completa do 5G. Porque além de executar um teste com finalidade científica e de demonstrar o potencial da tecnologia em um caso de uso, também mostra o quanto o 5G poderá transformar e incluir digitalmente, ajudando a diminuir as diferenças e contrastes sociais e econômicos do Brasil. A primeira região atendida após o leilão é uma comunidade carente de São Paulo, onde o acesso à internet ainda é limitado”.


LEIA TAMBÉM:

–> Saiba se o seu celular é compatível com a rede 5G

–> Claro, Vivo e TIM arrematam lotes nacionais da faixa 3,5 GHz

–> Claro abre inscrições para o seu Programa de Estágio 2022

O projeto piloto também conta com os fornecedores parceiros como a Ericsson, a Motorola e a Nokia, onde todos se juntaram para testar a aplicação e disponibilizar a solução na comunidade, sendo assim a primeira região do Brasil atendida pelo 5G “puro” com o espectro de 3,5 GHz, por meio da licença experimental concedida pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A ação tem apoio do Instituto Claro que viabiliza a sala de estudos equipada para prover acesso digital aos frequentadores. Daniely Gomiero, diretora de Responsabilidade Social da Claro e vice-presidente de projetos do Instituto Claro, explica que

“O 5G traz infinitas possibilidades e acreditamos que para aproveitar todo o potencial dessa nova tecnologia precisamos nos aproximar dos diversos setores da sociedade. A parceria com o Instituto Pró-Saber SP vai ao encontro deste propósito, proporcionando a inclusão da população local na utilização de uma tecnologia inovadora”.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.

2 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários