InícioTelefonia CelularCEO da Claro denuncia a propagação das caixas piratas de TV

CEO da Claro denuncia a propagação das caixas piratas de TV

Paulo Cesar Teixeira, CEO da Claro, pediu as autoridades maior rigor para coibir o aumento das “caixinhas pretas” piratas de TV.

Durante o webinar do Painel Telebrasil realizado ontem (21), o CEO da Claro, Paulo César Teixeira, denunciou o rápido aumento dos conteúdos audiovisuais piratas que estão circulando pelo Brasil por meio das caixas pretas piratas.

O CEO se preocupa com a proliferação dos produtos piratas e diz que a ABTA (Associação Brasileira de Televisão por Assinatura) deve ser mais atuante no combate a pirataria, mas que há uma lentidão por parte desses produtores.

“Esperamos que o mercado se mova para uma correção de uso, para que não haja as interferências danosas das caixinhas piratas. Nos preocupa muito. A ABTA tem atuado nesse aspecto, mas parece que há uma certa “leniência” no sentido de que os próprios provedores de conteúdo deveriam ser muito mais atuantes nesse mercado”, afirmou ele.


Para ele, a ação dessas “caixinhas pretas” causa uma concorrência desleal, e pediu que as autoridades tenham ações mais rigorosas quanto a essa situação.

VEJA TAMBÉM:

–> Os 4 anos de Paulo César Teixeira à frente da Claro; o que mudou?

–> Pirataria e impostos são os vilões da TV paga, diz especialista

–> Claro vai pagar R$ 10 milhões devido a ‘ligações abusivas’

Durante o evento, o CEO da Claro reforçou a importância das operadoras em manter as estratégias no segmento de streaming.

As operadoras devem continuar oferecendo experiência diferenciada, desde a banda larga a TV, como oferta de pacotes de streaming, canais esportivos e transmissões ao vivo, que são forte estratégia da TV paga.

Acabamos de lançar uma caixa que é um IPTV e estamos preparando um aplicativo de TV embargada que vai facilitar esse consumo”, afirmou.

Por fim, o CEO da Claro, comunicou de antemão, sem maiores detalhes, que a operadora está planejando atingir pequenas cidades com o mercado de banda larga, mas sem esquecer de proteger os mercados já existentes que estão expandindo a sua rede fibra óptica.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários