TIM aposta na ultra banda larga para competir com pequenos provedores

Com FiberCo, operadora espera expandir cobertura da fibra e oferecer maiores velocidades no serviço TIM Live.

Nesta terça-feira, 27 de julho, durante teleconferência de apresentação de resultados, Pietro Labriola, CEO da TIM, afirmou que a empresa tem a expectativa de ganhar relevância no mercado de internet fixa, a partir da oferta de serviços de ultra banda larga. Segundo o executivo, pequenos provedores não têm condições de oferecer conectividade de alta velocidade.

Pietro reconheceu que existem muitos players no mercado, mas ele levanta dúvida sobre as reais capacidades de alguns provedores. Atualmente, o serviço TIM Live oferece velocidades de até 600 Mbps. “Não é para todos conseguir oferecer um serviço nessa velocidade que oferecemos”, afirmou.

O executivo afirmou que até outubro a TIM pretende lançar novas ofertas com velocidades de 1 Gbps e 2 Gbps. Segundo ele, permanecerá no mercado apenas aquelas empresas que terão a capacidade de gerenciar uma rede neste nível de velocidade.

Para isso, a operadora aposta na FiberCo, a nova empresa de fibra neutra da TIM, que foi comprada pela IHS por R$ 1,6 bilhão. A operação já teve aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e aguarda a anuência da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A expectativa é que o fechamento do negócio ocorra entre setembro e outubro deste ano.

VEJA TAMBÉM:

–> TIM mantém recuperação e apresenta resultados financeiros positivos no segundo trimestre

–> Pequenos provedores são líderes em banda larga em 76% das cidades

–> Vivo acredita que grandes operadoras vão recuperar liderança na banda larga

Um processo de transição de ativos já está em andamento, mas sem afetar o crescimento do serviço do TIM Live, salientou Labriola. Somente no segundo trimestre deste ano, a operadora atingiu a marca de 3,8 milhões casas aptas a receber o serviço, um crescimento de 38,3% em relação ao mesmo período do ano passado, totalizando 6,6 milhões de casas passadas (Homes Passed).

Durante o segundo trimestre de 2021, a receita do TIM live cresceu 21,0%, somando R$ 179 milhões. A base de clientes do TIM Live atingiu 666 mil usuários, crescimento de 10%. Porém, vale lembrar esse número é inferior ao registrado pelo provedor regional cearense Brisanet, que em maio tinha 718 mil clientes de banda larga, ultrapassando assim a TIM.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
12 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários