Brisanet anuncia redução nos investimentos em fibra óptica

A Brisanet anunciou corte nos investimentos na expansão da fibra óptica como resposta ao aumento da taxa de juros e da inflação de Capex.

A Brisanet anunciou na última sexta-feira (15), que diminuirá seus investimentos na ampliação da rede de fibra óptica (FTTH) como resposta ao aumento da taxa de juros e da inflação de Capex, situação que força a operadora a reduzir os aportes em determinados setores de modo a compensar a escalada nos tributos. O comunicado foi feito após a tele divulgar seus resultados do mês de junho.

brisanet fibra óptica

Segundo informações, em junho deste ano a empresa conquistou mais de 26 mil clientes alcançando a marca de 134 mil novos assinantes no 1º semestre deste ano, com expectativa de alcançar 6,5 milhões de residências com fibra óptica, rede que possui desempenho superior se comparada ao fio de cobre.

Em resposta ao Tele.Síntese, a Brisanet informou que o corte nos investimentos tem como intuito promover “a manutenção da estrutura de capital adequada durante “o período mais desafiador da economia somado ao início dos investimentos em 5G”, reforçando seu compromisso em continuar avançando no segmento de telefonia móvel mantendo a paridade com concorrentes.

Embora tenha diminuído o dinheiro destinado à FTTH, a Brisanet Telecomunicações possui forte influência nessa categoria principalmente nas capitais nordestinas, como Natal, Maceió e João Pessoa, municípios em que a fibra óptica está presente entre 55% e 65% das casas que possuem planos da operadora.

Recentemente, a Brisanet firmou uma parceria com a Netflix para oferecer combos de internet banda larga fixa que incluem acesso ao serviço de streaming.

Claro foca em expansão da fibra

Enquanto a Brisanet reduz investimentos no setor de FTTH, a Claro, operadora pertencente ao grupo América Movil, segue na contramão e continua expandindo a substituição do cabo coaxial por fibra óptica para mais 11 cidades brasileiras.

O intuito da tele é aprimorar sua infraestrutura de rede no Brasil e, em paralelo a isso, aumentar a receita em serviços fixos, que no 2º trimestre de 2022 apresentou retrocesso de -2,5% se comparado com o mesmo período do ano anterior.

Lucas Ribeiro
Lucas Ribeiro
Jornalista há quatro anos, trabalho com revisão de textos e elaboração de pautas sobre telefonia móvel/telecomunicações no geral. Como lema, compartilho a ideia de Álvaro Borba, que diz: “Não importa o que eu acho, importa o que eu sei, e o que sei são os fatos”.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
O que você acha? Comente!x