TIM lança nova campanha focada no agronegócio

Ação publicitária destaca a cobertura 4G no campo e rede de Internet das Coisas da operadora.

A TIM acaba de lançar uma nova campanha publicitária com foco principal no setor do agronegócio.

A ideia da operadora é ressaltar os 5 milhões de hectares cobertos com o 4G, permitindo levar soluções de Internet das Coisas (IoT), voz e dados para clientes no campo.


A ação publicitária assinada pela agência HavasPlus será veiculada na TV, impressos e outros canais digitais, nos meses de outubro e novembro.

As peças mostram como a rede 4G da TIM conecta pessoas, máquinas e dispositivos, permitindo uma melhor gestão do negócio.

“Sabemos a força que o campo tem na economia brasileira e queremos ajudar produtores com soluções feitas especialmente para o agronegócio. Estamos apoiando a transformação e a inclusão digital no campo, conectando escritórios, fazendas, máquinas, otimizando a gestão de equipe, ajudando a monitorar lavouras e a previsão do tempo, apoiados na qualidade e disponibilidade da maior cobertura 4G do país”, explica Alexandre Dal Forno, chefe de marketing corporativo & IoT da TIM.

Recentemente, a empresa lançou um marketplace com soluções IoT para o mercado corporativo, incluindo produtos que atendem o agronegócio.

VIU ISSO?

–> TIM altera código de identificação de suas ações na Bolsa

–> TIM cria novo ambiente para trabalhar redes abertas

–> TIM anuncia nova sede em Campinas

Confira abaixo um exemplo de peça publicitária da operadora.

Com informações de Assessoria de Imprensa TIM.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais votado
mais novo mais antigo
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Rosangela Ribeiro

Antes de prometerem o que não vão cumprir, façam um serviço decente nas cidades. Coitados dos povos das zonas rurais. Cuidado com telefonia móvel ou fixa, e é claro , internet.

Cidade - UF
Rio de Janeiro
Rogerio Pires

Já está mais que na hora das redes celulares saírem dos grandes centros; agora tem que ter qualidade, estabilidade e ser de fato usual; que não seja apenas Marketing. Que as outras acompanhem e invistam na cobertura, de estradas e áreas rurais.

Cidade - UF
Uberlândia - MG