InícioTV por AssinaturaJá? Após ser derrubado, SuperFlix retorna com novo domínio

Já? Após ser derrubado, SuperFlix retorna com novo domínio

Site funcionava como uma espécie de ‘Netflix pirata’ e foi bloqueado na última quinta-feira (08), em operação que derrubou mais de 300 portais semelhantes.

Imagem: Site SuperFlix

Na operação do Ministério da Justiça realizada na última quinta-feira, que retirou mais de 300 sites e apps piratas de IPTV e conteúdo sob demanda do ar, um dos principais combatidos foi o SuperFlix.

Conhecido por ser ‘atualizado’ e oferecer uma quantidade imensurável de conteúdo, o portal era uma espécie de “Netflix fake”, com um acervo muito maior, obviamente. Uma lista de filmes, séries e animes era disponibilizada para qualquer usuário que acessava, com facilidade.


O player não demonstrava tantas dificuldades no carregamento e reproduzia o conteúdo até mesmo se o usuário estivesse com os tão ‘detestados’ bloqueadores de anúncio.

Portanto, por essa breve descrição, podemos destacar que o serviço ilegal era uma concorrência e tanto para as plataformas tradicionais em operação no Brasil. Entre elas o Globoplay, Netflix, HBO Max e outras.

VEJA TAMBÉM:

–> Vender IPTV pirata pode gerar multa acima de R$ 700 mil por obra violada

–> Canal tenta proibir venda de aparelhos com app de IPTV pirata
 
–> SKY lança novo receptor inteligente com Android TV integrado

O bloqueio do site na última quinta-feira gerou até mesmo uma repercussão no Twitter, rede social aberta e com espaço para medir repercussões.

No ranking dos assuntos mais comentados do mundo no país, o SuperFlix figurou e alternou posições. Na ocasião, usuários promoveram um ‘luto’ pelo site, assim como compartilharam suas indignações, conforme as publicações abaixo:

Mas, aparentemente, não demorou muito para que o famoso portal pirata voltasse ao ar, com um novo domínio.

Na própria rede social, fãs e antigos usuários do site pirata compartilharam a novidade com seus seguidores. O site segue em funcionamento, mas ainda não lucra com anúncios do Google, conforme seu antecessor.

Resta saber se o novo SuperFlix é um herdeiro inferior, ou surgiu para continuar o legado de pirataria do ‘falecido’.

Conforme abordado pelo Minha Operadora, a operação que retirou o site do ar deflagrou também 333 sites IPTV e 94 aplicativos piratas de transmissão de conteúdo.

Policiais civis de nove estados atuaram e cumpriram 11 mandados de busca e apreensão nos estados do Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Pernambuco, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Resta saber quanto tempo o novo SuperFlix conseguirá se manter no ar.

Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop. E-mail: [email protected]

9 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
9 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários