InícioTV por AssinaturaClubes da Turner vão ao Planalto discutir direitos de transmissão

Clubes da Turner vão ao Planalto discutir direitos de transmissão

Briga jurídica pode rescindir contratos vigentes de transmissão do Brasileirão na TV Paga.

Nesta terça-feira, 30, os oito clubes brasileiros parceiros da rede norte-americana Turner se reuniram em Brasília para discutir com o presidente da República, Jair Bolsonaro, a recém-editada Medida Provisória 984, que oferece aos clubes a prerrogativa de negociar os seus direitos de transmissão.

Há meses, o Athletico Paranaense, Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Internacional, Palmeiras e Santos, que participam do Campeonato Brasileiro, tem se estranhado com a emissora Turner.


De um lado, a empresa acusa os clubes de descumprirem cláusulas contratuais.

Já os clubes alegam que a emissora não investe no futebol brasileiro e que o impasse seria uma forma dela rescindir os acordos sem ter que pagar uma multa bilionária, algo que a empresa nega.

Uma das principais queixas da Turner é o teto imposto para que só sejam transmitidas apenas seis partidas por cidade, algo que não estava previsto no acordo inicial. A empresa se diz prejudicada, já que muitos dos jogos que deveriam ser exibidos apenas na TNT, acabam passando também na TV Aberta, através da TV Globo.

A briga jurídica pode levar, até mesmo, ầ rescisão dos contratos vigentes de transmissão do Brasileirão na TV fechada. Caso isso ocorra, a Globo se tornaria a única detentora dos direitos do Brasileirão, aumentando o seu poder de barganha e potencialmente diminuindo os repasses para os clubes.

VIU ISSO?

–> Mesmo com futebol parado, TIM deve renovar patrocínio de times

–> Facebook Watch vai transmitir jogos clássicos da Libertadores

–> Claro net suspende venda do Premiere

Os clubes apoiam a MP, mas o mundo do futebol debate se ela já deve ser aplicada imediatamente. A Globo, por exemplo, é de opinião que contratos firmados antes da medida provisória continuam a valer na regra antiga, ou seja, a emissora só transmite uma partida se tiver direitos de ambas as equipes em campo.

Já os times, opinam que a emissora que tiver contrato com o clube da casa pode transmitir os jogos, mesmo que o clube visitante tenha acordo com uma empresa concorrente.

Para a Turner, esta última seria uma proposta interessante. Por ela ter contrato com os oito clubes, ela poderia transmitir todos os jogos, caso estes sejam de clubes mandantes, o que aumentaria a grade da emissora.

Com informações de UOL.

Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários