InícioRegulaçãoGlobo se manifesta após nova queda de braço com Bolsonaro

Globo se manifesta após nova queda de braço com Bolsonaro

Presidente assinou uma Medida Provisória que altera as regras de transmissão dos jogos esportivos; emissora deve ser a principal afetada.

Jair Bolsonaro
Imagem: Divulgação Palácio do Planalto

Digamos que a caneta do presidente Jair Bolsonaro teve muitos afazeres nas últimas horas. Em edição extra do Diário Oficial da União, o Governo Federal alterou as regras de transmissão para as partidas de futebol no Brasil.

Antes, apenas os canais que adquiriam os direitos poderiam transmitir. Agora, o controle basicamente fica nas mãos dos clubes, ou seja, poderão escolher se vendem ou não, pois ganham a autorização para exibir as partidas pela internet.


Como se trata de uma MP, ainda não é nada definitivo. Trata-se de um tema que terá muita discussão e terá que passar pela aprovação do Congresso.

Mas, talvez a principal afetada pela nova medida seja a TV Globo, que detém os direitos dos principais campeonatos e jogos dos clubes cariocas. A emissora, inclusive, vivia um imbróglio com o Flamengo.

Em janeiro, o time entrou com uma ação cível contra o canal com vários questionamentos em relação ao contrato celebrado entre ambos.

Confira a repercussão da nova medida:

Por sinal, o Flamengo teve uma aproximação com o presidente Jair Bolsonaro, que se reuniu também com o líder do Vasco, mas segundo notícias, foi apenas um encontro para viabilizar o treinamento das equipes no Mané Garrincha, em Brasília.

VIU ISSO?

–> Bolsonaro pode estar repensando parceria com a Huawei, diz ministro

–> Bolsonaro autoriza TVs a utilizarem a multiprogramação

–> Reforma na Lei do SeAC une esquerda e direita, diz Eduardo Bolsonaro

Afetada pela medida, a Globo, que possui contratos vigentes com os times cariocas, se manifestou durante a edição ao vivo do Jornal Nacional desta quinta-feira, 18 de junho, e alegou que a Medida Provisória não altera contratos já assinados.

“A Globo continuará a transmitir regularmente os jogos dos campeonatos que adquiriu, de acordo com os contratos celebrados, e está pronta para tomar medidas legais contra qualquer tentativa de violação de seus direitos adquiridos.”, concluiu.

Para a emissora, a nova medida não afeta competições cujos direitos já foram cedidos pelos clubes.

Mas, é impossível não observar que pode ser apenas mais um episódio da queda de braço entre o presidente e o Grupo Globo. Em abril, Jair Bolsonaro cogitou até mesmo não renovar a concessão da emissora.

Confira:

Com informações de Jornal Nacional (TV Globo) e Governo Federal

Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop. E-mail: [email protected]

5 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
5 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários