Usuários relatam falha na rede da Oi

COMPARTILHAR:

Problema afeta principalmente as regiões sul e sudeste do país.

Na tarde e início da noite desta terça-feira, 30, clientes da Oi tem relatado problemas para utilizar a internet móvel e realizar ligações. Mais cedo, usuários da TIM também estavam com problemas para acessar a rede móvel da operadora.

Segundo o DownDetector, o problema parece ter começado às 17h. Por volta das 18h05, o site já registrava 1018 reclamações de usuários da Oi, a maioria por problemas relacionados com a internet (74%).

De acordo com o mapa de calor, as regiões mais afetadas são o sul e sudeste, com falhas pontuais no centro-oeste, norte e nordeste.

As cidades com o maior número de reportes de falhas são os municípios de Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Caxias do Sul (RS), Canoas (RS), Sapucaia Do Sul (RS), São Leopoldo (RS), Novo Hamburgo (RS), Viamão (RS) e Pelotas (RS).

“Estamos sem sinal de 4G em Porto Alegre desde o meio da tarde” notificou um usuário no Twitter. “Alguém mais com telefone da Oi está sem sinal?” questionou outra. “Oi me atendam se nao vou cancelar meu plano” ameaçou uma cliente.

O Minha Operadora entrou em contato com a Oi, mas até o fechamento desta matéria não recebemos um posicionamento da empresa de telefonia sobre os problemas relatados. O texto será atualizado com o retorno da Assessoria de Imprensa da operadora.

Há informações, que ainda dependem de confirmação da Assessoria de Imprensa da Oi, que as tempestades que atingiram a região sul do país nesta tarde danificaram backbones nas torres da operadora, em Santa Catarina.

VIU ISSO?

–> Oi sofre nova avaliação negativa

–> Oi faz novos esclarecimentos sobre divisão da companhia

–> 1T20: Oi cresce na fibra óptica, mas segue com prejuízo e queda

Mapa de calor apresenta os locais onde usuários relatam problemas (em vermelho). Imagem: DownDetector

[ATUALIZAÇÃO – 30/06/2020 21h48]:

Além dos problemas relatados na Oi, e mais cedo na TIM, as redes de outras operadoras que atuam na região sul do país também foram afetadas pelo ciclone-bomba que atingiu a área na tarde desta terça-feira (30).

Diante do evento climático, o SindiTelebrasil, entidade que representa as operadoras de telefonia móvel, emitiu o seguinte comunicado:

“O Sinditelebrasil informa que as operadoras associadas que atuam no Sul do país estão agindo prontamente para restabelecer no menor prazo possível os serviços de telecomunicações que estão intermitentes neste momento, devido ao ciclone-bomba, fenômeno que causa temporais e ventos acima de 100 km/h e que atinge a região”.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
14 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários