18/05/2022

Apple liderou a venda de smartphones no 4º trimestre de 2021, segundo Canalys

Relatório aponta que a empresa conseguiu recuperar a liderança no segmento devido a grande procura pelo iPhone 13; saiba detalhes.

De acordo com o relatório da agência de consultoria Canalys publicado nesta terça-feira (18), a Apple foi a maior empresa fornecedora de smartphones no quarto trimestre de 2021. A empresa conseguiu voltar ao primeiro lugar do ranking da indústria devido a grande procura pelo iPhone 13. Os dados mostram que a fabricante foi responsável por 22% da remessa global de aparelhos.

Sanyam Chaurasia, analista da Canalys, afirma que

“Impulsionada por um sucesso do iPhone 13, a Apple retorna ao topo do mercado de celulares após três trimestres. A marca teve um desempenho sem precedentes na China continental, colocando os principais dispositivos com preços agressivos”.

O analista disse que apesar do problema em volta das escassez de componentes, a cadeia de suprimentos da Apple está começando a se recuperar. A empresa já tinha dominado as vendas no último trimestre de 2020, que também foi impulsionada pelos os aparelhos lançados na época, embora tenha sido arrasado o lançamento do iPhone 12.

Ocupando a segunda posição no relatório da Canalys está a Samsung com 20% do total de remessas mundiais de smartphones no período. A fabricante sul-coreana estava liderando o ranking de maior empresa fornecedora por três trimestre consecutivos, feito repetitivo nos últimos anos. Em terceiro lugar, com 12% de participação de mercado, ficou a Xiaomi, seguida da Oppo e da Vivo Mobile, com 9% e 8%, respectivamente.

LEIA TAMBÉM:

–> Anatel atualiza a relação de smartphones 5G homologados

–> Realme é a empresa que mais cresceu no mercado de smartphones 5G

–> Samsung domina o market share de smartphones na Rússia

Panorama geral

No geral, as remessas globais de smartphones cresceram apenas 1% no quarto trimestre, fraco desempenho motivado pelos problemas na cadeia de suprimentos e surgimento de novos casos de Covid-19. Embora as fornecedoras de chips estejam aumentando a produção, o mercado ainda levará um tempo para se recuperar.

“As marcas estão inovando ao se adaptar ao cenário atual , ajustando as especificações dos dispositivos conforme os materiais disponíveis e abordando fabricantes de chips emergentes para garantir novas fontes”, comenta Nicole Peng, vice-presidente do setor de análises de mercado mobile da Canalys.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários