Brisanet planeja ofertar até 150 GB de franquia em pacote de dados 5G por R$ 30

Operadora arrematou lotes na faixa 2,3 GHz e 3,5 GHz no leilão 5G para implementar a tecnologia no Nordeste e Centro-Oeste; saiba detalhes.

A Brisanet pretende ofertar pacotes de dados 5G de R$ 30 por 100/150 GB de franquia. Até 2023, a empresa deverá investir R$ 1,3 bilhão, sendo que maior parte desse investimento irá para a quinta geração de internet móvel. No entanto, em 2024, esse valor pode chegar a R$ 1,5 bilhão, com uma porcentagem de 60% desse valor sendo direcionado para a tecnologia.

Essas informações foram coletadas por analistas da XP Investimento, onde afirma que a Brisanet deve usar os recursos do IPO para investir a curto prazo. Além disso, a telecom deverá acessar o mercado de dívida a partir de 2023.

A empresa de telecomunicação participou do leilão do 5G e arrematou frequências no Nordeste e Centro-Oeste, sendo que neste último, no espectro de 3,5 GHz, pode ocorrer a possibilidade de aluguel de trechos de 700 MHz para complementar a cobertura. Assim como a provedora nordestina, o compartilhamento dessa faixa pode ser aproveitado pelos ISPs, segundo o conselheiro da Anatel, Carlos Baigorri.

A maior presença da Brisanet é na região nordestina, onde deve mudar sua estratégia de implementação das redes 5G. Ao comprar dois lotes regionais das faixas de 2,3 GHz e 3,5GHz, a companhia deverá diminuir o número de sites, que irão ser metade do que é esperado inicialmente, sendo que a empresa tinha o plano inicial de levar um site para cada 6 mil habitantes.

LEIA TAMBÉM:

–> Fortaleza pode receber 5G antes das outras capitais do Nordeste; entenda

–> Preço do 5G será acessível ao cidadão, segundo Fábio Faria

–> 5G: TIM estuda ofertar dois modelos com preços diferentes

No Nordeste, a Brisanet irá utilizar a faixa 2,3 GHz, que fará a função da banda de 700Mhz de uso indoor num raio de 500 metros, enquanto que no interior, o raio de alcance será entre 4 e 5 km. O preço médio da região é de R$ 55 e a banda larga fixa atende aproximadamente 60% da população.

Devido a inflação, a predisposição do consumidor para aumento de preços diminui, de acordo com a provedora. Dessa forma, pode acontecer dos usuários não estarem interessados em ter conexão de maior qualidade com o aumento de custo. Nas periferias, a Brisanet estima que 40% dos consumidores do pré-pago irão migrar para o 5G, uma vez que será a única opção de conexão de banda larga.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]

4 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
4
0
O que você acha? Comente!x