Início5GFortaleza pode receber 5G antes das outras capitais do Nordeste; entenda

Fortaleza pode receber 5G antes das outras capitais do Nordeste; entenda

Para receber a nova rede, as cidades precisam se adaptar à Lei Geral de Antenas para poderem instalar os equipamentos; saiba mais.

Para receber o 5G nas capitais brasileiras, os municípios precisam se adaptar à Lei Geral de Antenas para começar a instalação da infraestrutura para receber a nova tecnologia. Pelo que apontam os especialistas, Fortaleza pode sair a frente e ter 5G antes das outras capitais nordestinas, pois é o único município da região que está com a legislação totalmente adaptada à lei.

Em 2017, a prefeitura da cidade aprovou uma lei complementar que revogou a legislação anterior e prevê o cumprimento das regras para fazer a instalação das novas antenas.

De acordo com levantamento da Conexis Brasil Digital, além de Fortaleza, apenas outras seis capitais estão com uma parte de regulação pronta para receber a tecnologia: Fortaleza, Boa Vista, Porto Velho, Palmas, Brasília, Curitiba e Porto Alegre.

Em relação ao Nordeste, as capitais São Luís, João Pessoa, Recife, Maceió e Salvador estão parcialmente adaptadas à Lei Geral das Antenas. Diferente das cidades de Teresina, Natal e Aracaju que estão distantes de atenderem às regras federais para a instalação das antenas.


De acordo com o professor Emanuel Bezerra Rodrigues, do departamento de Computação da Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza tem uma vantagem que possibilita a chegada mais rápida do 5G.

LEIA TAMBÉM:

–> Preço do 5G será acessível ao cidadão, segundo Fábio Faria

–> 5G: TIM estuda ofertar dois modelos com preços diferentes

–> 75% da população mundial terá internet 5G até 2027, segundo a Ericsson

“Fortaleza já está em conformidade, se antecipou na parte jurídica para facilitar, flexibilizar a instalação das antenas. As operadoras vão conseguir lançar o sistema 5G mais rápido”, afirma.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) afirma que “já estando pronta para o recebimento da tecnologia 5G, Fortaleza será um dos primeiros lugares do Brasil a recebê-la, o que gera para a cidade uma série de oportunidades econômicas e sociais“.

Locais de instalação

Segundo Rodrigues, as antenas podem ter um tamanho reduzido, podendo ser acopladas a postes, semáforos, fachadas de prédios, etc. Outro ponto relatado pelo professor é a altura de instalação, por ter um raio de cobertura menor, o equipamento não precisa ficar em alturas elevadas.

“Posso colocar elas (antenas) em ambientes indoor e nos ambientes outdoor, em espaços abertos, ela pode ficar meio que camuflada na cidade. Praticamente a gente não vai notar tanto as antenas, por causa do tamanho delas, que é menor”, esclarece.

Ele também pontua que as antenas podem tanto serem instaladas em espaços públicos quanto em privados, desde que tenha a autorização dos proprietários.

A Seuma também falou sobre os locais de instalação, afirmando que a legislação indica que as antenas, prioritariamente, devem ficar “em topo de edifícios, construções ou estruturas mais altas existentes na localidade, procurando integrá-las à paisagem existente“.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários