InícioDefesa do ConsumidorRecorde em reclamações, Facily pode ser suspenso pelo Procon-SP

Recorde em reclamações, Facily pode ser suspenso pelo Procon-SP

Demora na entrega de produtos e dificuldades de reembolso estão entre as reclamações dos consumidores no Procon de São Paulo; saiba detalhes.

O que parecia ser uma forma fácil e mais econômica de fazer compras, tem virado um pesadelo para milhares de pessoas que utilizam o aplicativo de compras coletiva Facily. Acontece que, segundo o Procon de São Paulo, o e-commerce é recordista absoluto em reclamações, como de demora na entrega de produtos e dificuldade de reembolso.

De acordo com o órgão, as reclamações sobre o Facily teve um salto no decorrer do ano, pois em janeiro, o aplicativo tinha apenas 21 consumidores insatisfeitos, mas no final de outubro, o número teve um aumento de 283,000%, saltando para 59.539 reclamações em outubro, o equivalente a uma média de 80 queixas por hora.

Devido à grande quantidade de queixas sobre o Facily, o Procon estuda efetuar a punição mais dura prevista no Código de Defesa do Consumidor (CDC): retirar o aplicativo do ar. Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP, afirmou em comunicado que “A Facily é recordista absoluta no Procon-SP, nunca um fornecedor no período de seis meses teve esse aumento tão expressivo nas reclamações”.

Em maio e junho, a Facily Soluções e Tecnologia, empresa por trás do aplicativo, foi convocada pelo Procon-SP para explicar os problemas apresentados pelos consumidores, mas as respostas dadas pela companhia não foram consideradas satisfatórias.


LEIA TAMBÉM:

–> Shopee pode ser multada em mais de 10 milhões pelo Procon-SP

–> Telegram, Facebook, Twitter, TikTok e YouTube estão sendo investigados pelo MPF

–> Claro, TIM, Vivo e Oi são intimadas pelo Procon Fortaleza

Segundo o órgão, entre janeiro e outubro de 2021, já foram registradas mais de 151 mil reclamações relacionadas a Facily, um aumento muito significativo comparado ao mesmo período do ano passado, onde havia apenas 14 queixas.

Com isso, o Procon de São Paulo orienta os consumidores a ficarem atentos às ofertas do aplicativo, uma vez que já houve casos de clientes receberem produtos fora da validade, no caso de alimentos.

“O Procon-SP recomenda que os consumidores fiquem atentos às ofertas que parecem muito vantajosas, preços absurdos, espetaculares. Valores muito abaixo do mercado podem ser indícios de problemas”.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários