Recorde em reclamações, Facily pode ser suspenso pelo Procon-SP

Demora na entrega de produtos e dificuldades de reembolso estão entre as reclamações dos consumidores no Procon de São Paulo; saiba detalhes.

O que parecia ser uma forma fácil e mais econômica de fazer compras, tem virado um pesadelo para milhares de pessoas que utilizam o aplicativo de compras coletiva Facily. Acontece que, segundo o Procon de São Paulo, o e-commerce é recordista absoluto em reclamações, como de demora na entrega de produtos e dificuldade de reembolso.

De acordo com o órgão, as reclamações sobre o Facily teve um salto no decorrer do ano, pois em janeiro, o aplicativo tinha apenas 21 consumidores insatisfeitos, mas no final de outubro, o número teve um aumento de 283,000%, saltando para 59.539 reclamações em outubro, o equivalente a uma média de 80 queixas por hora.

Devido à grande quantidade de queixas sobre o Facily, o Procon estuda efetuar a punição mais dura prevista no Código de Defesa do Consumidor (CDC): retirar o aplicativo do ar. Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP, afirmou em comunicado que “A Facily é recordista absoluta no Procon-SP, nunca um fornecedor no período de seis meses teve esse aumento tão expressivo nas reclamações”.

Em maio e junho, a Facily Soluções e Tecnologia, empresa por trás do aplicativo, foi convocada pelo Procon-SP para explicar os problemas apresentados pelos consumidores, mas as respostas dadas pela companhia não foram consideradas satisfatórias.

LEIA TAMBÉM:

–> Shopee pode ser multada em mais de 10 milhões pelo Procon-SP

–> Telegram, Facebook, Twitter, TikTok e YouTube estão sendo investigados pelo MPF

–> Claro, TIM, Vivo e Oi são intimadas pelo Procon Fortaleza

Segundo o órgão, entre janeiro e outubro de 2021, já foram registradas mais de 151 mil reclamações relacionadas a Facily, um aumento muito significativo comparado ao mesmo período do ano passado, onde havia apenas 14 queixas.

Com isso, o Procon de São Paulo orienta os consumidores a ficarem atentos às ofertas do aplicativo, uma vez que já houve casos de clientes receberem produtos fora da validade, no caso de alimentos.

“O Procon-SP recomenda que os consumidores fiquem atentos às ofertas que parecem muito vantajosas, preços absurdos, espetaculares. Valores muito abaixo do mercado podem ser indícios de problemas”.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
1
0
O que você acha? Comente!x