18/05/2022

Procon-AM condena Claro a pagar multa milionária por apagão em Manaus

Além da multa, o órgão pró-consumidor encaminhou nova notificação à operadora pelos problemas ocorridos na rede nesta quarta-feira, 11.

A Claro/NET foi condenada pelo Instituto de Defesa do Consumidor do Amazonas (Procon-AM) a pagar uma multa de R$ 3,6 milhões pelo apagão de internet ocorrido no dia 15 de fevereiro, em Manaus. O órgão pró-consumidor também notificou a operadora pelos problemas apresentados nos serviços nesta quarta-feira (11).

No mesmo documento enviado nesta quarta-feira, o Procon-AM também solicitou que a Claro informasse a quantidade de usuários que foram afetados pelo apagão e como será feito o abatimento no valor correspondente às faturas que estão para vencer. Em relação à multa, a Claro tem o prazo de 10 dias para apresentar recurso, assim como para responder os questionamentos da nova notificação.

De acordo com o órgão, a decisão de multar a empresa foi estipulada porque ela não respondeu aos questionamentos que foram feitos pelo Procon logo após o apagão. Jalil Fraxe, diretor-presidente do Procon-AM, disse que

“Os planos são comercializados, mas o serviço é entregue? A determinação do governador Wilson Lima é que nós priorizemos as demandas mais sensíveis da população. De forma mais extensiva, um apagão prejudica não apenas os consumidores, mas toda uma gama de serviços públicos e fornecedores privados também são atingidos”.

O Minha Operadora entrou em contato com a operadora sobre o seu posicionamento perante a multa e se irá recorrer da decisão, mas até o momento, a Claro ainda não se posicionou sobre o assunto.

Recorrência de casos

A instabilidade na rede da operadora não tem afetado apenas os usuários do estado amazonense. Com frequência, clientes da Claro reclamam da falta de sinal e dificuldades de acessar o 4G e fazer ligações.

O caso mais recente aconteceu no início deste mês (2 de maio), quando os clientes reclamaram nas redes sociais que estavam com problemas para acessar os serviços da operadora. Inclusive, o site de monitoramento Downdetector registrou mais de 500 notificações. Neste dia, as localidades afetadas foram São Paulo, São José dos Campos, São Bernardo do Campo, Rio de Janeiro, Ribeirão Preto, Campinas, Guarulhos e Osasco.

[ATUALIZAÇÃO – 13.05.2022 07h43]

Sobre o assunto, a operadora deu a seguinte resposta:

“A Claro informa que foi notificada e está apurando os termos da multa aplicada pelo Procon AM”.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.

2 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários