InícioTV por AssinaturaGlobo enfrenta impasses para fechar acordos de exibição a campeonatos

Globo enfrenta impasses para fechar acordos de exibição a campeonatos

Acostumada a ser a principal emissora a exibir campeonatos de futebol, a Globo enfrenta obstáculos para fechar contratos; entenda o caso.

Sem ter direito a transmissão dos campeonatos paulista e carioca após perder para a Record, a Globo é forçada a mudar proposta para garantir o lucro do Premiere para os próximos anos.

Acostumada a fechar contrato com TV aberta, por assinatura e pay-per-view, a Globo está tendo que lidar com a venda fatiada dos direitos de transmissão estabelecidos pela Lei do Mandante para não ficar sem direitos esportivos para o início de 2022.


A Globo procurou os clubes do Campeonato Carioca para propor a volta do torneio, mas a oferta inicial foi insuficiente, sendo que a emissora teve que oferecer um valor entre R$ 45 milhões e R$ 55 milhões para garantir o torneio.

No entanto, há um problema em relação à Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj). Acontece que para fechar o contrato, é necessário que a Ferj retire um processo contra a Globo pela quebra de contrato do Carioca ocorrido neste ano.

LEIA TAMBÉM:

–> Globo fecha contrato com cinco clubes do Brasileirão

–> Evasão de clientes motivou redução no valor do Premiere, da Globo

–> Premiere reduz preço e combos de Futebol ao vivo ficam mais baratos

A Globo ofereceu um valor de R$ 7,3 milhões para que a Ferj encerrasse o processo, mas a federação achou o montante muito baixo. Então, antes de fechar o contrato, ambos têm que entrar em um acordo para resolver o problema. Até lá, o trâmite fica parado.

No caso do Campeonato de São Paulo (Paulistão), a Globo está tentando negociar com a Livemode, empresa responsável pelos direitos do ciclo 2022/2025.

Neste contrato, a empresa teve que oferecer para os clubes o pagamento de 58% líquidos em relação ao número de assinantes do Premiere, que hoje possui aproximadamente 1,4 milhões de clientes. Infelizmente, a oferta feita pela Globo foi considerada inferior pela Federação Paulista de Futebol (FPF).

Esses impasses da Globo para conseguir direitos a transmissão de partidas do Campeonato Paulista e Carioca pode ser prejudicial para o lucro do Premiere, uma vez que o canal esportivo é o produto de futebol mais lucrativo da empresa.

A Globo já enfrenta um cancelamento massivo do Premiere por causa do fim do Campeonato Brasileiro. Se ficar sem atrações esportivas entre janeiro e maio do próximo ano, a situação pode ficar crítica para o Premiere.

Agora é aguardar para ver como a Globo vai lidar com esses impasses e garantir o direito a transmissão dos campeonatos no Premiere.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.

4 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários