InícioTV por AssinaturaEvasão de clientes motivou redução no valor do Premiere, da Globo

Evasão de clientes motivou redução no valor do Premiere, da Globo

Número de pessoas que deixaram de assinar o serviço esportivo é expressivo; preço sofreu uma queda nos últimos dias.

Site do Premiere - Captura de Tela
Imagem: Site do Premiere – Captura de Tela

Muitos podem achar que o lançamento do Star+, que aposta alto no conteúdo esportivo, pode ter motivado a redução no valor do Premiere. Mas, mero engano, pois o verdadeiro motivo está na pandemia da COVID-19. Com a pausa nos jogos de futebol, o serviço de pay-per-view para jogos de futebol perdeu 500 mil clientes, um desfalque expressivo na receita do negócio.

Agora, o preço mensal é de R$ 59,90. A diminuição afeta também todos os serviços no qual o canal está incluso, TVs por assinatura, IPTVs e streaming. Um exemplo é o Prime Video Channels, do Amazon Prime Video, que também passará a ofertar o serviço por um novo preço.


Um combo do Globoplay com Premiere também passa a custar R$ 69,90 mensais. Com a inclusão dos Canais Globo ao vivo, o valor sobe para R$ 89,90.

Mas, a Globo ainda possui uma influência e chegou a recuperar 250 mil do número de clientes perdidos, após uma campanha de forte veiculação em diversas mídias, mesmo com o valor antigo. A redução pode refletir uma estratégia mais agressiva para voltar a encorpar a receita do serviço, que nunca deve ter sido a mesma após o período pandêmico.

VEJA TAMBÉM:

–> Amazon Prime Video ganha conteúdo do Premiere (à la carte)

–> Globoplay libera TV Globo ao vivo para mais regiões

–> Grupo Globo recupera 100 mil assinantes no Premiere

O ano de 2021, por exemplo, é um desafio gigantesco para o grupo, já que o Premiere não cresceu, mesmo após a chegada em serviços de streaming no geral. Há quem aposte até mesmo em uma “crise no futebol”, visto que o Ibope das transmissões na TV aberta também está afetado.

Para somar, existe ainda a descentralização dos direitos de transmissões esportivas, que fez com que muitos jogos perdessem a exclusividade do Grupo Globo.

Com informações de Notícias da TV

Anderson Guimarães
Jornalista com seis anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop. E-mail: [email protected]
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários