Em parceria com a Claro, Magazine Luiza pretende lançar nova MVNO

Após Veek e Banco Inter, varejista também pode estar abandonando parceria com a Surf Telecom.

Em parceria com a Claro, Magazine Luiza pretende lançar nova MVNO

De acordo com um novo pedido de homologação protocolado junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a Magazine Luiza pretende lançar em breve uma nova operadora virtual (MVNO), desta vez em parceria com a Claro.

Vale lembrar que a varejista conta atualmente com a operadora Maga+ (ou MagaMais), a partir de uma parceria com a Surf Telecom.

A carta de homologação da nova MVNO entre a Magazina Luiza e Claro foi protocolada na agência no último dia 9 de junho, mas os detalhes do contrato estão restritos ao público.

Porém, um ofício aberto publicado pela Anatel dá indícios de que a Magazine Luiza pode estar encerrando a parceria com a Surf Telecom.

VEJA TAMBÉM:

–> Pernambucanas entra oficialmente no mercado móvel

–> Cade rejeita solicitação da Surf Telecom para acompanhar venda da Oi Móvel

–> Surf Telecom vai construir rede própria e mira banda larga via 5G

Via de regra, a agência regulatória permite que as empresas celebrem contratos com mais de uma prestadora para lançar operadoras virtuais, conforme resolução nº 735, de 2020.

No entanto, Fábio Casotti, gerente de monitoramento das relações entre prestadoras da Anatel, ressaltou que no contrato protocolado pelas empresas existe uma cláusula em que a Claro proíbe a Magazine Luiza de “deter contrato para representação com outra prestadora de origem nas mesmas áreas de registro abrangidas” pelo acordo.

A manifestação da Anatel é datada de 17 de junho, com as empresas tendo um prazo de dez dias corridos para fazer os devidos ajustes contratuais.

Desde então, o processo na Anatel não teve mais novidades.

O Minha Operadora entrou em contato com a Magazine Luiza e a Surf Telecom, mas até o fechamento desta matéria não recebemos retorno de ambas as empresas sobre o caso.

Esta não seria a primeira vez que uma empresa desfaz a parceria com a Surf Telecom.

Em 2019, a startup Veek encerrou a parceria com a Surf Telecom, alegando “diversos desalinhamentos técnicos e operacionais iniciados por problemas de recargas”.

Atualmente, a Veek opera a partir de parceria com a Americanet e utilizando a rede da TIM.

Mais recentemente, na semana passada, o Banco Inter também anunciou o fim do acordo com a Surf na operação da Intercel, prometendo lançar uma nova MVNO em agosto, a partir de uma parceria com a Vivo.

Atualmente, a Surf Telecom trava uma batalha judicial para conseguir fazer a abertura de capital na Bolsa de Valores.

No entanto, o movimento é barrado por uma das acionistas, a multinacional Plintron Holding, briga esta que está por trás da grande falha móvel ocorrida em julho do ano passado e que deixou várias MVNOs parcerias da Surf Telecom fora do ar.

Com informações de Tecnoblog e Anatel.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 9 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários