Operadoras podem desligar serviços de streaming no exterior

Em estado de emergência, há apenas uma prioridade: garantir a prestação dos serviços básicos de telecomunicações.

Já pensou se as próprias operadoras ganhassem o poder de limitar a qualidade de transmissão dos serviços de streaming ou até mesmo desliga-los? Pois é, em Portugual, a permissão foi concedida para que o bom funcionamento da internet esteja garantido.

Em estado de emergência, o país regulou recentemente a prestação de serviços de telecomunicações e definiu que a prioridade deve sempre estar nas demandas móveis e fixas.


Plataformas digitais de entretenimento como Netflix, YouTube e até mesmo o sinal de jogos de videogame poderão ser desligados pelas próprias prestadoras.

No decreto, o Governo enfatiza que com a situação de emergência, todos precisam ter uma prestação de serviços ininterrupta para permanecerem em suas residências. Por isso, é necessário evitar uma possível sobrecarga na infraestrutura das empresas.

VIU ISSO?

–> Anatel alerta usuários sobre golpe de internet grátis

–> WhatsApp, Messenger e Instagram correm o risco de sair do ar

–> Operadoras alertam que serviços podem ser interrompidos

O tema, nos últimos dias, ganhou notoriedade no mundo inteiro. A Comissão Europeia pediu para a Netflix e outras plataformas que limitassem a qualidade de transmissão.

Por aqui, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) se reuniu com representantes de todas as plataformas para discutir medidas que evitem a sobrecarga das redes brasileiras, assim a população não fica desprovida dos serviços de internet.

Essa seria a única forma de adaptar os serviços ao aumento da procura. A Netflix acatou com os dois pedidos supracitados. Globoplay e YouTube também aderiram.

Com informações de Publico.pt

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Marcia Sampaio

se o a netflix cortar sinal , globoplay, amazon prime, apple tv vou cancelar a assinatura na hora. Não recebem um centavo mais. a população assina streaming é para assistir!! tanto faz o dia a hora e o motivo. Não pago um Mês a mais sem sinal.

Cidade - UF
SP
Rogerio Pires

É uma questão de bom senso de todos os players envolvidos. Por aqui, a maioria das plataformas tomaram medidas para aliviar as redes, em um momento, que já mostra, de utilização intensa. Não existe mágica, a infraestrutura tem limitações e é uma só para todos. A meu ver, se o serviço é vendido com base na qualidade a ser entregue, ex: “Full HD”, 4K; nestes casos, o certo seria conceder descontos, pelo que de fato, o cliente estiver recebendo.

Cidade - UF
Uberlândia - MG