Netflix pode criar ou abrigar streaming de games

Apesar de já ter descartado a hipótese uma vez, ‘gigante do streaming’ pode ter um novo alvo para manter hegemonia de mercado.

Catálogo da Netflix
Imagem: Catálogo da Netflix

Ninguém segura a Netflix! Mesmo com a iminente ameaça da chegada de fortes concorrências como a do Disney+, HBO Max, Amazon Prime Video, entre outras, a empresa já prepara uma nova estratégia de mercado.

Ao que tudo indica, a abordagem envolve o mundo dos games. Será que vem um streaming de jogos por aí?

Ou a empresa pode alocar tudo em sua plataforma convencional de conteúdo em vídeo?

A informação que circula até agora é sobre a busca de um executivo para supervisionar e expandir a divisão de videogames da marca.

VEJA TAMBÉM:

–> Netflix e Disney+ disputam espaço com lançamentos

–> Claro oferece ‘Netflix grátis’ em combo com 240 Mbps
 
–> TIM Live oferta fibra com 600 Mbps e Netflix inclusa

Na prática, a empresa pode se referir a conteúdos interativos e ‘gamificados’ como o filme “Black Mirror: Bandersnatch”.

A busca pode ser até mesmo para uma estratégia transmídia ou crossmedia em séries como “The Witcher”, “La Casa de Papel” e outras, que podem ganhar games.

Mas, em comunicado recente, a empresa se diz ‘animada’ para fazer mais com ‘entretenimento interativo’.

Especialistas de mercado apostam que pode surgir até mesmo uma plataforma para abrigar jogos já consolidados, com possibilidade de download.

Porém, ninguém ficaria surpreso se a criação de um streaming para games for parte da estratégia da companhia.

No mercado, a Netflix é vista como a ‘mestre da farra casual’. E se for abocanhar um novo nicho, a empresa pode sair com vantagem.

Afinal, um grande benefício da plataforma é a capacidade de atender todos os tipos de conexão.

Até mesmo as mais baixas, com facilidade de carregar conteúdo em resolução menor. Isso faz com que a ‘gigante do streaming’ consiga atender diversos mercados, em várias partes do mundo.

Reed Hastings já chegou a alegar que a criação de um streaming para jogos estava descartada.

Mas, o mundo mudou, a concorrência acirrou e jogos como Fortnite se tornaram grandes concorrentes, na briga pela atenção e audiência do usuário. Tal fato foi reconhecido pelo próprio CEO.

Com informações de TechRadar

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários