Controladora da Vivo fecha parceria com American Tower

Expectativa é levar fibra óptica para mais de 1 milhão de residências nos próximos três anos.

Foto: Umberto/Unsplash

Nesta segunda-feira, 4, a Telefônica Brasil, proprietária da Vivo, anunciou uma parceria estratégica com a operadora American Tower, com o objetivo de expandir a internet banda larga fixa no país. A ideia é levar nos próximos três anos as redes de fibra óptica para 40 cidades de Minas Gerais, chegando a 800 mil casas.

No acordo, a American Tower utilizará parte da infraestrutura da recém-comprada Cemig Telecom, para construir as redes. A Telefônica ficará responsável pelos trechos finais, levando a fibra até a casa dos consumidores e instalando os equipamentos.


A Telefônica pagará à American Tower um valor variável pelo uso das redes. A iniciativa reduz os desembolsos iniciais da controladora da Vivo em investimentos, mas, futuramente, deverá aumentar seus custos operacionais.

“Vamos poder chegar a mais domicílios e a mais lugares. Esse modelo nos ajuda a blindar essa base em Minas Gerais. E também nos dá mais agilidade, junto de um parceiro que tem expertise em infraestrutura”, explicou Christian Gebara, presidente da Telefônica.

VIU ISSO?

–> Lucro líquido da Telefônica Vivo reduz 70% em um ano

–> Vivo confirma interesse na operação móvel da Oi

–> Vivo quer se tornar um ‘hub digital’

Outra iniciativa anunciada é a criação de um modelo de franquias para provedores regionais. A ideia é que essas empresas locais serão responsáveis pela construção da infraestrutura de fibra óptica, incluindo o trecho final até o usuário e a entrega de equipamentos. Por outro lado, a Telefônica cederá seu catálogo de produtos, o uso de backbone e a marca da sua subsidiária “Terra”.

Nesse negócio, a expectativa é levar internet rápida para até 2 milhões de residências nos próximos quatro anos. O foco das franquias é atender cidades de pequeno porte, com até 50 mil habitantes. Os franqueados ficam com toda a receita, pagando royalties à Telefônica.

Já existem três cidades com interesse no modelo de franquias. Entre elas, Águas Lindas de Goiás-GO e outras duas no Centro-Oeste, que não foram reveladas no anúncio.

Com informações de Estadão.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de