terça-feira, 22 de agosto de 2017

Fixo no Brasil tem queda de 100 mil linhas em junho

O que você achou? 
Mais um mês de queda para o mercado de telefonia fixa reforça o questionamento de muitos usuários: ainda vale a pena ter linha fixa?


Você ainda usa telefone fixo? Pois o serviço somente tem caído nos últimos meses. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), 100 mil brasileiros cancelaram as linhas telefônicas fixas somente no mês de junho. Em maio, a queda já era de 3,6% no ano e 0,18% no mês.

Desse total, na comparação entre junho e maio deste ano, as empresas autorizadas de telefonia fixa apresentaram redução de 30,5 mil linhas (-0,18%) e as concessionarás foram responsáveis pela perda de 69,6 mil linhas (-0,29%).

As regiões do Brasil onde os clientes mais cancelaram as linhas foram o Norte e Nordeste, sendo que, entre as autorizadas, as maiores quedas foram no Amapá e Tocantins, e, entre as concessionárias, no Maranhão e Ceará.

Por outro lado, Rondônia, também do Norte, Santa Catarina, do sul do país, e Mato Grosso do Sul, da região Centro-Oeste, apresentaram os maiores índices de crescimento entre as autorizadas. Goiás apareceu como o único estado com aumento entre as concessionárias.

De maio para junho, ainda entre as empresas autorizadas que apresentaram resultados negativos, a Algar Telecom perdeu 682 linhas; a Oi perdeu 1.535; e a NET/Embratel, com o maior número de clientes fixos na base - em torno de 10 milhões e 800 mil -, perdeu 46.259 linhas telefônicas fixas.

Por outro lado, TIM e Telefônica/Vivo apresentaram aumento na base, com 8.867 e 15.343 novas linhas, respectivamente.

LEIA TAMBÉM:


3 comentários:

  1. Tenho fixo só por causa da banda larga, essas operadoras faz venda casa fixo com banda larga. Se não fosse a banda larga não teria linha fixa.

    ResponderExcluir
  2. Fixo e ligação móvel é passado .

    ResponderExcluir
  3. Tenho fixo que vive fora da tomada nem uso só tenho por causa da banda larga

    ResponderExcluir