19/05/2024

Brasileiros passaram mais de 260 bilhões de horas no celular em 2023

Dados da Rocket Lab apontam que os usuários no Brasil gastaram US$ 1,7 bilhão, ou R$ 8,5 bilhões, em aplicativos móveis; saiba detalhes.

De acordo com dados recém-consolidados da “Análise Mobile 2024”, da Rocket Lab, em parceria com o Statista, em 2023, os usuários brasileiros gastaram US$ 1,7 bilhão, ou R$ 8,5 bilhões, em aplicativos móveis, o que representa uma alta de 26,2% em relação anterior. Isto fez com que o Brasil ficasse no 11º posto global neste quesito.

Em termos de receita, os aplicativos móveis geraram US$ 4,5 bilhões, ou R$ 22 bilhões no Brasil no ano passado. O entretenimento (17%) é a categoria que teve destaque desse montante, crescendo cerca de 7% ante 2022, segunda de e-commerce (13,11%), que aumentou 13,2% em relação ao período anterior.

O Brasil também foi destaque no número de downloads de apps, de acordo com relatório da adtech de mobile app growth, focada em soluções integrais para aquisição e retenção de usuários em aplicativos, onde o país ficou em quarto lugar com 10,2 bilhões de download em 2023. Entretenimento também é destaque por ser responsável por 830 milhões de downloads, seguida pela de fintechs, com 429,3 milhões.

“Mesmo diante de uma lenta retomada do crescimento da economia brasileira, a indústria de aplicativos móveis mostrou sinais positivos em 2023. Os dados trazidos pelo relatório comprovam que os usuários estão gastando mais com aplicativos, espelhando o fortalecimento da confiança dos consumidores brasileiros neste canal, bem como das empresas que estão investindo mais em publicidade digital em mobile”, explica Bruno Ferreira, head de Vendas na Rocket Lab no Brasil.

No país, as conexões de telefonia celular somaram 221 milhões, o que significa que 97,1% da população brasileira acessa a internet pelo celular. O estudo também revelou que ao longo de 2023, os brasileiros passaram 265 bilhões de horas no celular. É como se cada cidadão do Brasil passasse 3,5 horas por dia no smartphone, incluindo finais de semana.

Expansão do iOS

Bruno Ferreira observa que a expansão global do iOS é outra tendência a ser acompanhada, que embora o Android domine o mercado de smartphones, os usuários do sistema da Apple têm gastado mais com apps. “Além disso, 2023 foi o primeiro ano, depois de 13 anos, em que a Apple vendeu mais celulares do que a Samsung, e tudo isso vem corroborando para que os investimentos em mídia em iOS venham crescendo em comparação com os anos anteriores”, afirma o executivo.

Para o head de Vendas da Rocket Lab no país, o Brasil se destaca por sua alta penetração móvel, envolvimento dos usuários, crescimento explosivo em downloads e gastos de usuários, embora siga muitas das tendências globais. A expectativa para 2024 é de um foco contínuo na personalização, inovação tecnológica e eficiência do marketing, com um leque ainda maior de oportunidades para marcas e desenvolvedores que podem navegar neste cenário cada vez mais dinâmico.

“O mercado brasileiro de aplicativos deve ter uma grande expansão nos próximos anos. Tal crescimento é impulsionado por vários fatores, como a penetração de smartphones, o aumento do acesso à internet e a inclinação dos usuários para escolher serviços digitais. O mercado também é estimulado pelos avanços da tecnologia em aplicativos móveis e pela ampliação da variedade de apps disponíveis, o que também vem ocasionando um aumento da competitividade. Também é importante destacar o ecossistema brasileiro de startups, que desempenha um papel significativo no desenvolvimento e inovação em aplicativos”, avalia Ferreira.

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários