17/04/2024

Paramount e Comcast discutem parceria para unir plataformas de streaming

Segundo a reportagem da WSJ, a ideia de acordo entre as empresas seria a de unir os serviços Paramount+ com a Peacock.

Há alguns meses, a Paramount tem sido o centro de possíveis fusões ou parceria com outras empresas para se unir às plataformas de streaming. De acordo com fontes do The Wall Street Journal, a Paramount Global discute uma possível união comercial ou joint venture com a Comcast.

Segundo a reportagem, a ideia de parceria entre as empresas seria a de unir os serviços de streaming Paramount+ com a Peacock. O acordo não seria uma novidade, uma vez as companhias já são parceiras joint venture do serviço de streaming europeu SkyShowtime. Estabelecido em 2021, a plataforma foi projetada visando mercados europeus que ainda não eram atendidos pela Peacock ou Paramount+.

A Paramount Global tem injetado dinheiro em sua unidade de streaming, de rápido crescimento, mas não lucrativa, dizendo que em novembro os investimentos atingiram o pico um ano antes da meta. Com a parceria, a empresa iria reduzir custos, além de criar opção mais completa para os consumidores. O mesmo vale para a Comcast.

No final de 2023, a Peacock tinha 31 milhões de assinantes, somando cerca de 3 milhões no quarto trimestre. Já a Paramount, em setembro de 2023, atingiu mais de 63 milhões de assinantes globais, ganhando 2,7 milhões líquidos no terceiro trimestre. A Paramount Global está programada para divulgar os lucros do quarto trimestre de 2023 em 28 de fevereiro.

A Paramount Global tem sido objeto de conversas sobre fusões e aquisições. Uma da mais recente saiu em dezembro de 2023, onde noticiaram que a Warner Bros. Discovery estaria em negociações para uma possível fusão global com a empresa. Na época, David Zaslav, chief executive officer da WBD, se reuniu com Bob Bakish, CEO da Paramount Global, em Nova York.

No mês passado, o magnata da mídia Bryon Allen, proprietário do Allen Media Group, fez uma oferta não solicitada de aquisição de US$ 30 bilhões, incluindo dívida, para a Paramount Global, embora não esteja claro quem são seus parceiros financeiros. Em nenhum dos casos houve pronunciamento oficial da empresa.

Em paralelo a essa possíveis parcerias, a empresa informou que planeja demitir cerca de 800 funcionários, ou cerca de 3% de sua força de trabalho. A empresa busca cortar custos e retornar ao crescimento dos lucros este ano.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários