Vivo, TIM e Claro possuem 8 milhões de clientes com aparelhos 5G

Clientes da operadora que possuem dispositivos compatíveis com a nova rede já podem acessá-la em cinco capitais brasileiras; confira.

De acordo com dados compartilhados pela TIM, Vivo e Claro no lançamento da rede móvel 5G em São Paulo, na quinta-feira (04), as três operadoras juntas contabilizam ao todo 8 milhões de assinantes com terminais da quinta geração de internet móvel.

Desse total, a Vivo afirmou que possui em sua base 3 milhões de clientes que possuem dispositivos com compatibilidade com o 5G. Entretanto, a operadora não específica se esses números se referem aos dispostos no padrão non-standalone (NSA) ou standalone (SA).

Já a Claro informou que sua base tem 2,6 milhões de assinantes, sendo que esse total se refere a versão non-standalone do 5G. Enquanto que a TIM afirma que possui em sua base 2,4 milhões de clientes, também no padrão A conta considera as modalidades de compartilhamento dinâmico de espectro (DSS), non-standalone (NSA) e standalone (SA).

As operadoras também explicaram que em suas lojas estão ofertados, em média, 70% dos dispositivos com conectividade 5G. Na Claro, o valor de um aparelho apto para a rede é cobrado a partir de R$ 1,3 mil no handset Moto G62, mas comprando combinado com plano pós-pago.

Na TIM, o preço de um dispositivo 5G começa de R$ 1,7 mil, como o Edge 30 da Motorola, mas pode ter o valor reduzido para R$ 700 aderindo à fidelidade do contrato. Enquanto que na Vivo, suas ofertas são de R$ 1,2 mil, como o Samsung Galaxy A52, que também deve vir com um plano pós-pago.

Capitais com 5G

Até o momento, cinco capitais brasileiras já contam com a rede 5G ativada pelas três operadoras: Brasília, Porto Alegre, João Pessoa, Belo Horizonte e São Paulo. Até 29 de setembro, a TIM, Vivo e Claro devem ativar o sinal da tecnologia nas outras capitais do Brasil, conforme o cronograma estabelecido pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Para acessar o 5G de acordo com a cobertura de cada cobertura, é necessário alguns quesitos. O principal é ter um dispositivo 5G. Em relação às operadoras, cada uma está com sua estratégia de disponibilidade de rede.

No caso da Vivo, seus clientes podem acessar 5G sem necessidade de alteração em seu plano atual e sem precisar trocar de chip. Na TIM, o cliente precisa ser de um plano específico, onde terá acesso gratuito ao 5G por 12 meses, se ativar o acesso nos três primeiros meses após o lançamento. Após isso, será necessário uma taxa adicional de R$ 20 mensalmente.

Enquanto que na Claro, o acesso pela operadora ainda é bastante confuso, pois de acordo com a empresa, o 5G+ se trata da tecnologia na frequência dedicada, onde não é preciso alterar plano ou trocar de chip, mas para ter acesso ao 5G SA é necessário trocar de chip, de acordo com o site oficial.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]

2 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
2
0
O que você acha? Comente!x