06/07/2022

Claro é líder em acessos de telefonia fixa, TV paga e banda larga fixa

No mês de janeiro, a operadora perdeu posição de liderança apenas para Vivo no segmento de telefonia móvel; entenda os dados.

De acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), entre a Claro, TIM, Vivo e Oi, a operadora controlada pela América Móvil foi líder em acesso em banda larga fixa, TV por assinatura e Telefonia Fixa em janeiro de 2022, perdendo apenas para a Vivo na categoria de telefonia móvel.

Nos acessos de banda larga fixa, a Claro teve mais 9,72 milhões de acessos, seguida da Vivo com 6,32 milhões, Oi com 5,12 milhões e Brisanet com 864 mil. Nesse cenário a TIM ocupa a quinta posição com 691 mil acessos. A participação do mercado tem na liderança a Claro com 24,2%, Vivo com 15,7% do market share, Oi com 12,9%, Brisanet com 2,2% e TIM com apenas 1,7% de participação.

No segmento da TV por assinatura, a Claro Brasil manteve sua liderança com 6,83 milhões de acessos, seguida pela SKY/AT&T com 4,37 milhões, Oi com 3,19 e Vivo com 1,09 milhões. O market share na TV paga foi de 43,0% para a Claro, 27,6% de participação para a SKY, 20,1% da Oi e 6,9% da Telefônica/Vivo.

A empresa que apresentou o maior número de acessos em janeiro na telefonia fixa também foi a Claro com 8,63 milhões, enquanto que Oi ocupou a segunda posição com 8.55 milhões, seguida da Vivo com 7.46 milhões de acessos, Algar Telecom com 1.31 milhões e a TIM com 802 mil acessos.

A participação no mercado está bem competitiva entre a Claro (30,4%) e a Oi (30,2%). Enquanto que a Vivo possui 26,3% do market share de telefonia fixa, Algar com 4,6% e TIM com 2,8% de participação.

A telefonia móvel foi o único segmento que a Claro (70,78 milhões de acessos) perdeu posição para a Vivo (84,21 milhões). Em terceira posição ficou a TIM com 52,13 milhões e em seguida a Oi com 42,20 milhões de chips ativos. A participação no mercado ficou da seguinte forma: Vivo (33,0%), Claro (27,7%), TIM (20,4%) e Oi (16,5%).

Vale ressaltar que tais números refletem os dados de cada operadora, sendo que em breve serão totalmente diferentes, uma vez que os ativos da Oi Móvel foram vendidos para a TIM, Vivo e Claro. Dessa forma, especialmente a participação no mercado, poderá ser mais igualitário entre as operadoras.

Até porque, os números da Oi foram distribuídos nas regiões em que as operadoras possuem menos market share registrados em 2020. Por exemplo, a Claro tinha pouca participação na área de código 71, sendo assim os números da Oi dessa região passaram a ser responsabilidade da Claro.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.

4 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
4
0
O que você acha? Comente!x