Início5GResumo: saiba o que aconteceu no 1º dia do leilão 5G

Resumo: saiba o que aconteceu no 1º dia do leilão 5G

Além da presença da Vivo, TIM e Claro, duas empresas se destacaram no leilão: Brisanet e Winity; saiba quais foram as outras vencedoras.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deu início nesta manhã de quinta-feira, 4, ao leilão 5G, a quinta geração de internet móvel. Com previsão de terminar amanhã (5), o primeiro dia foi cheio de surpresas e não surpresas. Dentre as 15 empresas que apresentaram proposta, nove conseguiram arrematar faixas de frequência.

Divididos em lotes nacionais e regionais, foram disponibilizadas quatro faixas de frequência: 700 MHz (megahertz); 2,3 GHz (gigahertz); 3,5 GHz; e 26 GHz, que são tipo “avenidas” no ar para o transmissão de dados. Essas faixas serão utilizadas para prestar o serviço de internet 5G. As empresas vencedoras terão direito a explorar as faixas arrematadas por 20 anos.

A faixa da frequência de 700 MHz foi a primeira a ser arrematada pela Winity Telecom, que passará a fornecer serviço de telefonia celular em todo território brasileiro, se juntando às três principais operadoras de abrangência nacional: TIM, Vivo e Claro.

Os lotes nacionais das faixas de 3,5 GHz, chamadas de “faixa de ouro do 5G”, foram arrematados, sem muita surpresa, pela TIM, Claro e Vivo, sendo que o primeiro lote ficou com a Claro, o segundo com a Vivo e o terceiro com a TIM. O quarto lote não teve nenhum lance, sendo assim, será distribuído entre os fornecedores dos lotes nacionais e regionais.


LEIA TAMBÉM:

–> Brasil terá nova operadora de telefonia móvel; saiba qual será

–> Claro, Vivo e TIM arrematam lotes nacionais da faixa 3,5 GHz

–> Mais uma: Brisanet fornecerá serviço de telefonia celular 5G no Nordeste

Os lotes regionais da faixa de 3,5 GHz, exclusiva do 5G, ficaram entre cinco empresas:

  • Brisanet: deverá atuar na Região Nordeste e Centro-Oeste, salvo exceções;
  • Consórcio 5G Sul: formada pelas operadoras Unifique e Copel Telecom, vão atuar na região Sul;
  • Sercomtel: deverá atuar na Região Norte e Estado de São Paulo, salvo exceções;
  • Cloud2U: vai atuar nos estados de Espírito Santos, Minas Gerais e Rio de Janeiro, salvo exceções;
  • Algar Telecom: atuará em determinadas localidades em Minas Gerais, Goiás, São Paulo e Mato Grosso do Sul;

Esses lotes regionais, como mostrado, apenas autorizam as empresas vencedoras a oferecerem serviço de internet 5G nessas regiões específicas do país, ou seja, não são atuações de abrangência nacional.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários