24/06/2024

Novo comando da Globo quer foco no streaming e novo público

Grupo enfrenta mudanças constantes e alinha nova estratégia para os próximos anos; entenda.

Não é de hoje que o Grupo Globo passa por mudanças, que vão desde a forma de contratar atores fixos até mesmo ao modelo de negócio, que nos últimos meses assumiu um novo “DNA”. Agora, Paulo Marinho, neto de Roberto Marinho, assume o comando e vai representar uma espécie de liderança “jovem” para a emissora, visto que está em seus 44 anos idade.

Imagem: Chamada de Verdades Secretas 2, próximo lançamento do Globoplay. Captura de Tela – YouTube

O streaming será um foco. A ideia é fazer com que a TV aberta conversa mais com a plataforma do Globoplay. Afinal, o sucesso do BBB21 fez com que o serviço crescesse 89% em número de assinantes. Vale lembrar que o programa também foi sucesso de audiência no canal aberto.

Portanto, faz todo sentido que o grupo queira caminhar para que o streaming esteja integrado com a TV. A conclusão foi que os mais jovens gostaram da novidade e o propósito agora será atrair novas audiências para o canal. Isso significa formar novos telespectadores, mas antes fidelizá-los no streaming.

Paulo Marinho assume o comando da Globo em 1º de fevereiro de 2022. Ao lado do executivo, João Roberto Marinho, Presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo, também ocupará o cargo. Os dois substituem a liderança de Jorge Nóbrega.

VEJA TAMBÉM:

–> Telecine suspende aplicativo próprio e migra para o Globoplay

–> Como e por que a Globo caminha para ser uma empresa de mídia e tecnologia?

–> TV Globo vive dia de críticas e questionamentos nas redes sociais

Internamente, há preocupações na emissora. Rejuvenescer a marca pode envolver mudanças expressivas que devem envolver até mesmo mais demissões. O que se sabe até o momento é que Paulo Marinho conhece a linguagem do público jovem da atualidade e pretende busca-los para embutir no Ibope.

Recentemente, outra mudança que envolveu o grupo foi a migração do streaming Telecine para dentro do app do Globoplay.

Com informações de Carla Bittencourt (Metrópoles)

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários