Florianópolis pode ganhar nova estrutura para receber internet 5G

Lei para aprimorar infraestrutura de internet 5G em Florianópolis foi aprovada, mas ainda passa por uma nova votação hoje (4); saiba detalhes.

Nesta segunda-feira (04), passará por uma nova votação o projeto de lei que atualiza as normas do município relacionados a chegada da internet de dados móveis 5G em Florianópolis.

Nessa votação, será decidido a partir de que data a infraestrutura do 5G deverá ser instalada e quais vão ser os procedimentos legais.

O projeto aprovado na última quarta-feira (29/09) na Câmara de Vereadores de Florianópolis, foi sugerido pelo vereador Miltinho Barcelos (DEM) e estava em trâmite desde 2019.

Na época tinha sido arquivado pela Câmara, mas este ano a vereadora Manu Vieira (Novo) desarquivou o edital, que foi aprovado em primeiro turno.

Segundo o superintendente de Tecnologia da Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF), Marcos Lichtblau, a instalação das infraestruturas para a chegada da tecnologia 5G tem como objetivo manter o desenvolvimento econômico de Florianópolis.

LEIA TAMBÉM:

–> Operação do 5G negligencia interior do país, segundo provedores

–> Edital do 5G é aprovado pela Anatel

–> 5G standalone pode não ficar pronta até julho de 2022, afirma ministro

“A internet 5G será instalada com a finalidade de garantir a continuidade do desenvolvimento econômico da Capital”, afirma.

Para que todos os usuários possam usufruir da tecnologia 5G, será necessário a instalação de infraestrutura na Capital, em especial, de antenas. Os modelos antigos que existem na região funcionam por meio de transferência de sinais em torres metálicas.

Para o 5G, será necessário a instalação de, no mínimo, dez vezes mais antenas que já existem no município, por causa da elevada funcionalidade da internet banda larga 5G. As novas e as antigas antenas deverão ser conectadas por fibra óptica, segundo Marcos Lichtblau.

Com a aprovação do projeto, as antenas da tecnologia 5G caberão dentro do imobiliário urbano e poderá chegar às localidades que não tem conectividade, assim como para o restante do município.

Assim que for aprovada e passar pela regulação no Executivo, as operadoras de telefonia terão passe livre para instalar os equipamentos.

Cleane Lima
Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore. E-mail para contato: [email protected]

2 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
2
0
O que você acha? Comente!x