InícioEconomia e NegóciosTV Aberta: Google planeja lançar seu próprio serviço de televisão gratuita

TV Aberta: Google planeja lançar seu próprio serviço de televisão gratuita

Google pretende juntar diversos canais abertos para que o consumidor possa escolher um, assim como é feito na tradicional TV Aberta.

A Google pretende lançar, por meio do Chromecast, a sua TV Aberta com canais bem parecidos com a tradicional televisão aberta. A empresa tem planos de alimentar o Chromecast com canais gratuitos.

Com isso, a empresa espera alcançar consumidores que não querem TV a Cabo e são atraídos por outras mídias.


O ponto principal é acrescentar variadas plataformas já presentes no mercado, como Pluto TV, Rakuten TV e Rlazz TV e promover conteúdo para a Google TV à medida que os fabricantes de televisores siguem a tendência dos canais gratuitos pela internet.

A fim de colocar a ideia em ação, a companhia tem entrado em contato com outras empresas que fazem distribuição de conteúdo gratuito, uma vez que são canais parecidos com as tradicionais, tendo até intervalos comerciais na programação.

VEJA TAMBÉM:

–> 5G poderá ser utilizado para transmitir TV aberta

–> Google oferecerá banda larga pelo sinal da TV

–> Rádio e TV poderão atuar com potência reduzida, afirma MCom

A diferença da TV Aberta da Google para as tradicionais é que o Google TV chega pela internet, e não por antenas. Além disso, a empresa pretende criar um menu exclusivo para que o consumidor possa escolher o canal a ser assistido, assim como já é na TV tradicional.

Não é uma surpresa que o Google aumente sua ambição para a TV Aberta, uma vez que outras empresas já estão com seus canais de streaming gratuitos, como a Weather Channel, Scripps, Reuters, Meredith e Bloomberg. Entretanto, o plano da google é oferecer diversos canais.

Recentemente, o Google fechou contrato com a Globo, Televisa e Univision, onde fornece serviços de nuvem, análise de dados e publicidade.

O projeto da Google TV gratuita não tem data para ser lançado no Brasil, mas deve ser lançado nos Estados Unidos entre o final deste ano e início de 2022. Sendo que depois, serão lançados para outros países. Ou seja, uma hora vai chegar em território baisleiro.

A questão que fica é: será que isso vai afetar as empresas da TV Aberta, como Globo, SBT, Record e Band? Essa resposta somente o futuro pode dar.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários