InícioEconomia e NegóciosRádio e TV poderão atuar com potência reduzida, afirma MCom

Rádio e TV poderão atuar com potência reduzida, afirma MCom

Válida por seis meses, o Ministério das Comunicações autoriza a redução de potência de rádio e TV em horários de baixa audiência.

O Ministério das Comunicações (MCom) publicou hoje (23), a portaria que permite a redução de potência de rádio e TV durante a crise energética, com o objetivo na economia de energia dessas emissoras em horários de menor audiência.

As estações dos serviços de radiodifusão sonora e de sons e imagem e de retransmissão de televisão e rádio podem operar com frequência reduzida em até 30%, de acordo com as licenças para funcionamento de cada estação.


A medida vale por seis meses e está atendendo a solicitação dos radiodifusores, que tiveram seus gastos aumentados devido a alta das tarifas de energia elétrica.

Por nota, Flávio Lara Resende, presidente da Associação Brasileira de Emissora de Rádio e Televisão (Abert), elogia a ação do Ministério da Comunicação .

VEJA TAMBÉM:

–> CEO da Claro denuncia a propagação das caixas piratas de TV

–> Jovem Pan dribla CNN Brasil e ganha canal na TV aberta, diz site

–> Vivo, TIM e Claro vão usar micro-ondas de rádio para fornecer 5G

“O MCom demonstra estar sensível ao momento de crise financeira que o setor privado está vivenciando, potencializado pela pandemia do coronavírus”, destacou o presidente.

O presidente da Abert também comentou que a portaria surge de extrema importância para a radiodifusão, uma vez que tornará possível a diminuição do consumo de um dos elementos que mais ocasiona despesas para o rádio e TV.

O aumento das taxas de energia elétrica, devido a crise energética, também é um fator que contribui para o aumento dos gastos da TV e da rádio.

Segundo Flávio Lara Resende, as emissoras poderão agora reduzir a potência de seus transmissores em horários alternados, racionando o consumo de energia elétrica.

Geralmente durante a madrugada, a quantidade de pessoas que consomem os produtos televisivos e de rádio é menor. Dessa forma, provavelmente, a redução será feita no horário da madrugada, uma vez que nesse horário a audiência costuma ser mais baixa do que os horários de picos.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários