InícioEconomia e NegóciosInternet da Starlink de Elon Musk está sendo avaliada pela Anatel

Internet da Starlink de Elon Musk está sendo avaliada pela Anatel

Internet da Starlink ainda não foi precificada, mas nos EUA os valores não são agradáveis; saiba quanto eles pagam.

A Internet da Starlink, internet via satélite da SpaceX, almeja entrar no mercado brasileiro e já fez um pedido formal que está sendo avaliado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A internet via satélite não é novidade no país, mas a tecnologia da Starlink é inovadora, uma vez que ela é o tipo de internet utilizada em locais em que as operadoras de telefonia não tem incentivo financeiro.


O que vai diferenciar a internet via satélite de Elon Musk é o tipo de satélite que será usado. Os utilizados atualmente em território nacional são os satélites geoestacionários, e os da Starlink são os não-geoestacionários.

Em outras palavras, os satélites não-geoestacionários ficam mais próximos da terra e orbitam em uma velocidade mais rápida que a Terra. Enquanto que os geoestacionários se movimentam na mesma velocidade do planeta.

VEJA TAMBÉM:

–> Internet espacial de Elon Musk busca voluntários para teste

–> SpaceX lança mais 60 satélites do ambicioso projeto Starlink

–> Equipamentos da Starlink recebem sinal verde da Anatel

Segundo a Starlink, os seus satélites são 60 vezes mais próximos da terra, e que isto permite que a internet seja capaz de suportar serviços que normalmente não são suportados pelos satélites tradicionais, como videochamadas e games online.

No Brasil existem satélites não-geoestacionários há anos, mas a novidade é fazer uso desses satélites para prover internet. Pensando nisso, a Starlink está buscando autorização da Anatel.

Há informações de que a Anatel tem interesse em aprovar a internet de Elon Musk, com o intuito de atender regiões em que as tecnologias de rede utilizados pelas operadoras de telefonia não chegam. Até porque, o intuito da Starlink é atingir moradores de regiões pequenas e mais afastadas dos centros urbanos.

Ainda não há um preço sugerido para a chegada da internet da SpaceX, mas de
acordo com os valores praticados nos Estados Unidos, eles não são nada atraentes.

Em reais, somente pelos equipamentos, os americanos pagam cerca de R$ 2,6 mil e R$ 520 em mensalidades.

Cleane Lima
Jornalista, Comunicóloga, Repórter e Redatora há mais de 3 anos, com experiência na produção e revisão de conteúdo para internet. Adora escrever sobre qualquer assunto. "Palavras são, na minha humilde opinião, nossa inesgotável fonte de magia". Alvo Dumbledore.

1 COMENTÁRIO

Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários