InícioPublipostCurso de segurança da informação: detalhes e funcionamento

Curso de segurança da informação: detalhes e funcionamento

Confira algumas especificações do curso de Segurança da Informação e garanta seu ingresso nesta área!

Atualmente, quase todo o compartilhamento de informações ao redor do mundo ocorre de maneira digital. O avanço da tecnologia ao longo do anos trouxe consigo inúmeras inovações no que diz respeito à pesquisa e à comunicação. Portanto, não é de se estranhar que existam inúmeros cursos de segurança da informação, atualmente.

Nos dias de hoje, por exemplo, pode-se conversar com uma pessoa que está do outro lado do mundo em questão de segundos, ou até buscar como fazer um trabalho de faculdade nas normas ABNT sem depender de livros e enciclopédias.

Mas, toda esta comunicação realizada de maneira online depende de um controle de acesso apropriado para que as informações disponíveis na rede não caiam nas mãos de usuários mal-intencionados, já que existe todo um histórico e um registro de informações buscadas e compartilhadas online.

No presente artigo, então, iremos ver juntos um pouco mais sobre o ramo da Ciência da Computação e da Tecnologia da Informação que citamos acima, chamado Segurança da Informação, cujo objetivo é proporcionar segurança para todo este tráfego de informação.


Serão pautados aqui pontos como:

  • O que é Segurança da Informação?
  • Como realizar um curso superior nesta área?
  • Quais atuações este profissional possui?
  • Diferenças entre cursos presenciais e remotos
  • Estrutura do curso de Segurança da Informação

Como é o curso superior de Segurança da Informação?

O curso superior em Segurança da Informação é realizado através de uma graduação que leva dois anos, em média, e o curso pode ser oferecido também de forma presencial e à distância. Além disso, como dito acima, a Segurança da Informação é uma vertente da Ciência da Computação e portanto, pode oferecer diversas possibilidades para temas de tecnologia para o seu TCC.

Ainda, diferentes instituições de ensino podem oferecer este mesmo curso com nomenclaturas diferentes. Gestão de Segurança de Computadores, Segurança de Computadores e até Segurança da Tecnologia da Informação são alguns dos nomes deste curso ao redor do Brasil.

Atualmente, o curso de tecnólogo em Segurança da Informação é categorizado como uma modalidade técnica. Ou seja, o graduado em um curso superior de Segurança da Informação possui o grau de tecnólogo.

De acordo com o perfil de cursos técnicos, o aluno do curso de Segurança da Informação possui uma grade curricular mais voltada para as necessidades do mercado de trabalho e para a aplicação de conhecimentos.

Além disso, o aluno deste curso deverá entender sobre sistemas de computadores e disciplinas ligadas às exatas, como lógica, matemática e estatística.

A grade curricular das faculdades, independentemente do curso, tende a variar de uma para a outra. No entanto, algumas disciplinas vistas pelo aluno serão:

  • Criptografia
  • Análise de Riscos
  • Estatística
  • Lógica
  • Computação Forense
  • Certificação Digital

Lembrando que estas são apenas algumas das disciplinas vistas ao longo dos dois anos de curso e que elas podem variar de acordo com a instituição de ensino em questão. Então é essencial também dar uma olhada no programa curricular das faculdades que iremos citar para buscar mais informações.

Definição de Segurança da Informação

Bem, mas você pode estar pensando agora o que exatamente é a Segurança da Informação e para quê esta área surgiu. De acordo com a Wikipédia, a Segurança da Informação possui a função de proteger e manter a integridade de um conjunto ou grupo de informações que irão possuir valor para alguém ou para empresas.

A área também é pautada em cima de alguns princípios e valores, sendo eles:

  1. Confidencialidade
  2. Integridade
  3. Disponibilidade
  4. Autenticidade

Além do mais, cada um desses princípios possui uma definição própria e podem muito bem representar projetos acadêmicos ou vertentes de estudo para a graduação nesta área.

Portanto, outros pontos que serão discutidos  neste artigo são exatamente o ingresso em um curso superior de Segurança da Informação, a estrutura deste curso e as áreas de atuação deste ramo.

Atuações do profissional e mercado de trabalho

O aluno que se tornar um graduado em um curso técnico de Segurança da Informação irá enfrentar uma infinidade de problemas digitais e o seu papel será fornecer soluções para estes problemas em diversas empresas. 

De acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações, as funções e especificidades essenciais deste profissional são:

  • Administração de polos e sistemas computacionais de uma empresa
  • Suporte técnico e apoio ao usuário
  • Configuração e instalação de sistemas operacionais e computacionais
  • Realizar o controle e desenvolvimento da segurança computacional
  • Identificar possíveis aplicações de TI 
  • Gerenciar toda a estrutura de TI de uma empresa

Além disso, o curso superior em S.I. irá capacitar o profissional graduado neste ramo para trabalhar em diversas vertentes do mercado. 

Algumas das possíveis atuações para um profissional com esta formação são:

Campo de atuaçãoFunção
Segurança CorporativaProteção dos dados de uma empresa
Segunraça ForenseColeta de provas digitais em laudos jurídicos
Inteligência de EstadoAtuação em órgãos governamentais, como a ABIN
Desenvolvimento de Softwares de SegurançaAnálise de programas maliciosos e desenvolvimento de códigos 

Obviamente, a especificidade de cada função irá mudar de acordo com as empresas ou entidades a qual o profissional em segurança da informação irá servir. Contudo, estas são as atuações mais comuns para estes profissionais.

VEJA TAMBÉM:

–> Ministério das Comunicações cria ‘Comitê de Segurança da Informação’

–> Oi está com vagas abertas para cargos que vão de analista a executivo

–> Média de ataques hacker à empresas brasileiras já é maior do que a global

Cursos presenciais e à distância

De acordo com o Portal UNIASSELVI, a grande diferenciação entre um curso superior de Segurança da Informação presencial e um curso de Segurança da Informação EAD se dá através da flexibilidade oferecida pela modalidade remota.

Em qualquer um dos tipos de graduação, os alunos irão ter contato com estudo e aprendizado em todas as disciplinas citadas ao longo do artigo. No entanto, os alunos que optarem pelo contexto remoto deste curso, poderão contar também com aulas online e encontros presenciais realizados semanalmente. 

Ainda, a graduação EAD em Segurança da Informação conta com professores e tutores já atuantes em diversos polos computacionais que podem além de ensinar, contribuir para um possível plano e estruturação de carreira para os alunos. 

Além disso, a carga horária dos cursos de Segurança da Informação possui média de cinco semestres e 2000 horas letivas.

Também, uma graduação ou pós-graduação em Segurança da Informação na modalidade EAD possui o mesmo valor que uma graduação presencial, sendo totalmente reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura. 

Existem também algumas instituições que oferecem micro cursos de Segurança da Informação online e grátis, como por exemplo a UNIEDUCAR.

Como realizar um curso superior em Segurança da Informação?

Após saber de todos estes detalhes sobre a definição de Segurança da Informação e alguns assuntos e disciplinas abordadas ao longo do curso, você deve estar pensando em quais instituições oferecem este curso e como você pode ingressar em alguma destas unidades.

De acordo com dados buscados em diversas plataformas, você pode conferir abaixo algumas faculdades que oferecem cursos de Segurança da Informação

UniversidadeEndereço
Centro Educacional Anhanguerawww.anhanguera.com
Cruzeiro do Sul Virtualwww.cruzeirodosulvirtual.com.br
Universidade da Cidade de São Paulowww.unicid.edu.br
Universidade de Francawww.unifran.edu.br
Universidade do Norte do Paranáwww.unopar.com.br
Centro Universitário UNIBTAwww.unibta.edu.br

Além destas instituições, ainda é possível realizar um curso de Segurança da Informação pelo SENAC ou pela FATEC, cujas inscrições estão abertas para o segundo semestre do ano de 2021.

O processo seletivo do SENAC para o curso Segurança da Informação possui inscrições abertas até 26 de julho de 2021, enquanto a FATEC oferece inscrições até o dia 7 de junho de 2021.

Portanto fique ligado nas inscrições, e caso este ramo tenha lhe despertado interesse, não perca a chance de ingressar neste mercado!

Ainda, segundo a plataforma Quero Bolsa, as mensalidades de um curso superior em Segurança da Informação giram em torno de 200 reais, podendo ou não haver descontos de acordo com a faculdade ou entidade em questão.

Conclusão

A Segurança da Informação compreende um campo de trabalho e atuação que engloba a análise de conteúdo e informações que possam ser sigilosas ou comprometedoras para uma empresa ou pessoa em específico.

Dentro desta ciência, também é realizado estudo para a geração de soluções frente aos problemas cibernéticos apresentados por diferentes empresas e entidades. Portanto, sua atuação fornece ajuda como proteção de informações confidenciais em redes de computadores e também na computação em nuvem, visto que todas informações online atualmente são compartilhadas e registradas.

Todos estes fatores, fazem com que o especialista em Segurança da Informação seja extremamente necessário nos dias de hoje.

Questões importantes realizadas com frequência

  • O que é o curso de Segurança da Informação?

O curso superior em Segurança da Informação é um curso técnico preparatório para formar profissionais atuantes no ramo de Segurança da Informação. Atualmente é oferecido por diversas instituições e entidades espalhadas por todo o Brasil e possui alta demanda profissional no mercado de trabalho.

  • Quanto custa um curso de Segurança da Informação?

De acordo com a plataforma Quero Bolsa, os cursos oferecidos de Segurança da Informação possuem uma mensalidade que gira por volta de 200 reais mensais.

  • Qual o melhor curso de Segurança da Informação?

Os cursos de Segurança da Informação de maior renome são oferecidos por instituições como o SENAC e a FATEC. Além disso, existem certificações que podem garantir a aprimoração do profissional da área. São elas: OSCP, CEH, CISSP, CompTIA Security+ e CISM. Todas estas certificações podem ser buscadas online.

  • O que é preciso para ser um profissional de Segurança da Informação?

Para se tornar um profissional atuante na área de Segurança da Informação é necessário realizar um curso superior e obter o diploma de graduado. Os cursos são oferecidos por diversos órgãos e entidades e têm duração de 2 anos em média.

  • O que é Segurança da Informação?

A Segurança da Informação é um campo voltado para a proteção de dados e de arquivos de interesse pertencentes a diferentes pessoas, grupos ou organizações. O profissional deste ramo busca uma maneira de proteger dados privilegiados e confidenciais para que terceiros não obtenham acesso a eles.

Redação Minha Operadorahttps://plus.google.com/112581444411250449571
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários