Oi conclui venda de cinco data centers para a Titan

No negócio, a operadora em recuperação judicial vai receber R$ 325 milhões.

Em fato relevante divulgado na manhã desta segunda-feira, 15 de março, a Oi (OIBR3/OIBR4) anunciou ao mercado que concluiu a venda da UPI Data Center para a Titan Venture Capital e Investimentos Ltda., pertencente à Piemonte Holding.

A transação inclui a venda de cinco data centers da Oi pelo valor de R$ 325 milhões.

No acordo, selado em 12 de março de 2021, a Titan pagou à vista o montante de R$ 250 milhões e o valor remanescente (R$ 75 milhões) será pago de forma parcelada, seguindo as condições previstas em contrato.

O negócio foi fechado em leilão realizado em 26 de novembro passado.

VIU ISSO?

–> Cade vai investigar compra da Oi Móvel pela TIM, Claro e Vivo

–> Para evitar cartel, Cade vai acompanhar realização do leilão do 5G

–> Credores da Oi recusam oferta e podem atrasar captação de R$ 75 bi

A Piemonte foi a única a fazer uma proposta pelos ativos da UPI Data Center.

“A conclusão da Operação representa a implementação de mais uma etapa do Plano de Recuperação Judicial e do Plano Estratégico de Transformação da Oi, visando assegurar à Companhia maior flexibilidade e eficiência financeiras e sustentabilidade de longo prazo, com o seu reposicionamento no mercado e sua conversão na maior provedora de infraestrutura de telecomunicações do país, a partir da massificação da fibra ótica e internet de alta velocidade, do provimento de soluções para empresas e da preparação para a evolução para o 5G, voltada para negócios de maior valor agregado e com tendência de crescimento e visão de futuro”, afirmou a Oi em comunicado.

Além dos data centers, a operadora já vendeu os ativos de torres para a Highline do Brasil e a Oi Móvel para o consórcio formado entre as operadoras Vivo (VIVT3), TIM (TIMS3) e Claro.

Dos três negócios, apenas a venda dos ativos móveis da Oi ainda depende de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Para os próximos meses, ainda é prevista a venda da unidade de TV por assinatura DTH, além de 51% do controle acionário da InfraCo, a divisão de fibra da companhia.

Recentemente, a Oi renovou o acordo de exclusividade com o BTG Pactual para a venda da InfraCo.

Com informações de Relações com Investidores Oi.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários