Projeto de lei quer proibir operadoras de vender dados de usuários

Deputado alerta que informações pessoais podem ser utilizadas para fins políticos e eleitorais.

Apresentando em Plenário na última semana, pelo deputado Nilto Tatto (PT/SP), o Projeto de Lei n. 2969/2020 propõe proibir que as operadoras vendam dados de deslocamento de seus usuários, mesmo que eles sejam anonimizados.

A ideia é modificar a Lei Geral de Telecomunicações, alterando o artigo que permite a divulgação por parte das operadoras de informações agregadas sobre o uso de seus serviços para terceiros.


Se aprovado, o novo texto determina que as operadoras respeitem as normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e que as informações agregadas não contenham dados de deslocamento do usuário, não permitam a identificação, direta ou indireta, do usuário, ou a violação de sua intimidade.

“As operadoras de telefonia estão comercializando informações, supostamente “anonimizadas”, de deslocamentos de seus usuários – o que, na atual conjuntura, é um dado crítico que pode revelar aspectos da intimidade dos cidadãos”, afirma o texto do projeto de lei.

Além do uso comercial, Nilto alega que esses dados podem ser utilizados para fins políticos e eleitorais.

O deputado lembrou uma reportagem do site The Intercept Brasil, no qual foi possível identificar usuários a partir de informações de deslocamento de usuários vendidas pela Vivo para a Secretaria de Turismo do Espírito Santo.

VIU ISSO?

–> Aumenta o número de governos rastreando celulares da população

–> Operadoras vão disponibilizar ‘mapas de calor’ para governos

–> Anatel defende o monitoramento de celulares

Atualmente, o uso de dados anonimizados tem sido utilizado por prefeituras e governos estaduais para monitorar a movimentação da população durante o período de isolamento social, por conta da pandemia do novo coronavírus.

O projeto está aguardando despacho do Presidente da Câmara dos Deputados. Se aprovada, a lei entra em vigor na data de sua publicação.

COMPARTILHAR EM:

COMENTÁRIOS MAIS BEM AVALIADOS DO MÊS

55

Banco Inter vai distribuir gratuitamente 7 mil chips da Intercel

é um chip degustação, esperava o que? rs
  • 01/07/2020 by Luiz Carvalho

48

Banco Inter vai distribuir gratuitamente 7 mil chips da Intercel

dados atualmente não são problemas para as grandes operadoras, e mesmo assim, mta gente não se sente satisfeito, pois a escolha depende de outros fatores tbm. Ex: Oi oferece pacotes gigantescos de dados e sinal ruim…outras não se sentem bem atendidos, ou enfrentam problemas diversos…esses dias o vivo easy prime deu um BO impedindo que fosse realizado chamadas, Claro Flex tem um plano maravilhoso e um aplicativo péssimo…todas tem prós e contras, e cada consumidor tem uma medida do que é mais importante pra si mesmo.
  • 01/07/2020 by Luiz Carvalho

42

Consumidor presta queixa contra comercial de Vivo Fibra

Meu deus do céu. Esse povo tá chato demais. Essa geração mi-mi-mi tá um saco.
  • 20/06/2020 by Tauan Fontoura

36

‘TIM Beta’ e ‘TIM Pré’ vão perder alguns benefícios

A Tim só tem um pouco mais de vantagem no pré pago, devido ter Facebook Twitter e Messenger e whatsapp, agora se começar a regular uso, com certeza a Claro vai ser o melhor plano. Tenho e não troco por nenhuma.
  • 02/07/2020 by Roberto Ramos

36

‘TIM Beta’ e ‘TIM Pré’ vão perder alguns benefícios

O TIM Black e os planos controle também sofreram essas medidas. Isso vai fazer a Claro roubar os clientes da TIM.
  • 02/07/2020 by Jefferson Rodrigues

COMENTÁRIOS RECENTES DE TODO O SITE

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários