Ataques às operadoras crescem por causa da ‘teoria do 5G’

Conspiracionistas atribuem a conectividade de quinta geração como a grande disseminadora da COVID-19.

Imagem divulgada pelo Express UK. Créditos: Getty Images
Imagem divulgada pelo Express UK. Créditos: Getty Images

Apesar de todas as medidas de combate contra as falsas informações que atribuem o 5G a pandemia do novo coronavírus, os ataques às operadoras no Reino Unido cresceram.

Os engenheiros da OpenReach, por exemplo, empresa de telecomunicações, sofrem agressões verbais e físicas pelos manifestantes. Um dos profissionais chegou a ter o veículo severamente destruído enquanto desempenhava seu trabalho.


A empresa, obviamente, instrui que todos os seus profissionais tomem cuidados com a onda de protestos, motivados pela disseminação da falsa teoria.

Em um dos cartazes contra o 5G, foram encontradas lâminas de barbear, o que pode ser um indício de que planejam ainda mais ataques contra os profissionais.

Os colaboradores da empresa desempenham um trabalho crítico em meio a pandemia, já que são responsáveis pela manutenção e instalação das redes de fibra óptica para manter o país com conectividade.

Nas últimas semanas, o Minha Operadora noticiou, inclusive, que os manifestantes queimaram a infraestrutura de diversas prestadoras.

VIU ISSO?

–> Teoria afirma que Coronavírus foi gerado pelo 5G

–> Consumidor está disposto a pagar mais pelo 5G, diz Ericsson

–> EUA estão dispostos a financiar 5G no Brasil

Abaixo, é possível conferir algumas imagens e mensagens:

Pelo Twitter, ainda é possível conferir mensagens de manifestantes que incentivam a queima das torres 5G, por acreditarem na falsa informação.

Vale lembrar que empresas como YouTube, Facebook e o próprio Twitter anunciaram medidas de combate, ou seja, publicações com esse teor são excluídas assim que passam pelos algoritmos.

Com informações de Express UK

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Rogerio Pires

O principal meio de informação destas pessoas negacionistas é o Twitter, Facebook, YouTube, Whatsapp… é impressionante a ignorância generalizada nos dias atuai. São os mesmos que acreditam que a Terra é plana, que vacina faz mau e por aí vai.

Cidade - UF
Uberlândia - MG
Gerson Costa

Achei que só tinha analfabeto no Brasil.

Cidade - UF
campo grande