MPF quer garantir telefonia e internet para inadimplentes

Órgão defende que corte nos serviços de telecomunicações durante o surto de coronavírus aumentaria as dificuldades que a população já está submetida.

O Ministério Público Federal (MPF) enviou um ofício para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) solicitando que as operadoras continuem a oferecer os serviços de telefonia e internet caso os usuários fiquem inadimplentes durante o período de surto do coronavírus.

No documento, o órgão mostra preocupação quanto à crise econômica gerada pela pandemia. Neste cenário, muitos setores estão enfrentando restrições em suas atividades, o que pode levar muitos consumidores a não conseguirem manter o pagamento das contas em dia.


A Anatel e as empresas do setor de telecomunicações assinaram na semana passada um compromisso público de manter o Brasil conectado. Entretanto, não é mencionado nenhuma ação nos casos de inadimplência.

As empresas se comprometeram apenas a adequar seus mecanismos para que os clientes possam utilizar meios alternativos para providenciar o pagamento de faturas e continuar a utilizar os serviços.

VIU ISSO?

–> Operadoras não vão cortar linhas inadimplentes nos EUA

–> Operadoras brasileiras abandonaram de vez o Reclame Aqui?

–> Operadoras vão criar as suas próprias regras de regulação

Existe a promessa de uma atenção especial para os clientes pré-pago, mas não é explicado exatamente qual será o benefício para a população.

“A interrupção da prestação desses serviços neste momento crítico que o país atravessa pode gerar impactos negativos e contribuir para o aumento das dificuldades a que está submetida parte significativa da sociedade brasileira”, afirma Luiz Augusto Santos Lima, subprocurador-geral do MPF.

Enviado na última sexta-feira, 20, a Anatel tem 10 dias para responder o ofício do Ministério Público.

Com informações de Ministério Púbico Federal.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de