Oi contrata nova empresa de assessoria financeira

Consultoria atuará na venda de ativos não estratégicos e na expansão do serviço de fibra óptica da operadora.

Na noite desta quarta-feira, 5, a Oi (OIBR3 / OIBR4) emitiu comunicado para seus acionistas e ao mercado em geral de que contratou a consultoria Lazard, para auxiliar na venda de ativos non-core, que não são considerados estratégicos para a operadora.

Em paralelo e de forma coordenada com o Bank of America Merrill Lynch, a Lazard atuará na avaliação de alternativas que envolvam a expansão da fibra óptica e outros ativos da Oi, ampliando assim as fontes de financiamento da companhia.


A contratação faz parte do plano estratégico da operadora, apresentado em julho de 2019, de fazer investimentos para aumentar a sua rede de fibra óptica e vender ativos não essenciais, pra reduzir a dívida bilionária da Oi.

“Essa iniciativa, em conjunto com outras que vêm sendo divulgadas ao mercado, está alinhada ao objetivo de aprofundar a transformação estratégica, operacional e financeira da Oi, a partir de uma visão de longo prazo, abrangendo as tendências tecnológicas, de mercado e de inovação e permitindo o suporte adequado à implementação do seu plano de estratégico já divulgado ao mercado, de forma mais eficiente, com vistas ao fortalecimento e reposicionamento da Companhia”, diz a empresa em comunicado.

VIU ISSO?

–> Fibra da Oi teve salto gigantesco em 2019

–> Oi cobra dívida milionária de empresa do filho de Lula

–> Eurico Teles encerra legado de 38 anos na Oi

Na terça-feira, 4, a operadora anunciou a conclusão da 1ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da sua divisão móvel, no valor de R$ 2,5 bilhões. Esses títulos são como se fossem empréstimos, no qual o investidor se torna credor da Oi e recebe em troca juros fixos ou variáveis no final do período.

A ação visa reforçar o caixa da empresa e chegar mais próximo do fim do processo de recuperação judicial, que se arrasta desde 2016.

Nesta tarde, as ações ordinárias da companhia são negociadas com preço de R$ 0,97, queda de 1,02%. As ações preferenciais operam em baixa de 2,82%, valendo R$ 1,38.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de