Fibra da Oi teve salto gigantesco em 2019

Operadora saltou da base de 400 mil para clientes para 1 milhão, mas a Vivo segue na liderança da tecnologia; entenda.

Ilustração - Fibra Óptica
Imagem: Pixabay

A Oi segue mesmo a todo vapor com o plano de se tornar uma “empresa de fibra”. Os últimos resultados da Anatel comprovam o acelerado crescimento da operadora com a tecnologia, que deve ser o novo carro-chefe de atuação da marca.

Em janeiro de 2019, a marca tinha um total de 465,39 mil acessos. Em dezembro do mesmo ano, o salto foi para 1,02 milhão.


A Vivo ainda lidera o acesso pela tecnologia. A operadora da Telefônica começou o ano passado com 2,4 milhões e terminou 2,59 milhões, um aumento menos expressivo que o da Oi.

Já a Claro, apesar de ter soberania no mercado de banda larga fixa, com 29,4% de market share, ainda leva desvantagem na fibra óptica. Apenas 3,9% da base da prestadora conta com uma conexão de fibra na residência.

VIU ISSO?

–> Oi quer acelerar ainda mais expansão da fibra óptica

–> Fibra ótica da Claro chega em várias cidades

–> Vivo Fibra chega em nova cidade de Goiás

A companhia da América Móvil começou 2019 com 112,56 mil clientes e encerrou o mesmo ano com 267,83 mil. Foi além do dobro, mas precisa acelerar a expansão para acompanhar a concorrência.

Já a Oi, apesar do salto gigantesco, precisa melhorar a conversão dos clientes com cobre para a fibra.

A operadora carioca foi a que mais apresentou adições líquidas negativas em 2019, ao lado da Vivo.

Gráfico
Imagem: Gráfico

Com informações de Teleco e Anatel

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Renata Viana Silva

E a tacada da Oi vai ser vender a parte móvel (vender pra Vivo) pra focar somente em fibra ótica.

Cidade - UF
Anapolis