Venda da Sercomtel contará com assessoria da B3

Bolsa deve sediar o leilão das ações, agendado para dezembro. Até lá, Prefeitura pretende reforçar o caixa para garantir as operações.

Fachada da Sercomtel
Imagem: Divulgação

Com problemas financeiros e um processo de caducidade de outorgas na Anatel, a Sercomtel teve sua privatização confirmada. A empresa que irá apoiar e assessorar no processo será a B3.

A bolsa vai contribuir na elaboração da minuta do edital de privatização, além de sediar o leilão das ações, agendado para ocorrer em dezembro. Até o fim do ano, a Prefeitura pretende reforçar o caixa da empresa com R$ 7 milhões para garantir a continuidade das operações.


Para conseguir o dinheiro, será feita a venda do controle das subsidiárias Sercomtel Contact Center e Sercomtel Iluminação. Entretanto, tudo ainda depende de um projeto de lei. A entrega deve ser feita nos próximos dias para a Câmara de Vereadores da cidade.

VIU ISSO?
Sercomtel completa 51 anos hoje; conheça seu passado e futuro
Nova promoção da Sercomtel garante desconto na banda larga
Sercomtel dá até 70% de desconto em renegociação de dívidas

Nos últimos dias, os vereadores foram informados que a venda da participação municipal na Sercomtel será feita por meio de um leilão na bolsa de valores, em São Paulo. A informação veio de Juarez Tridapalli, secretário de governo.

“Na última sexta-feira concluímos a versão final do contrato que vamos firmar com a B3. A Secretaria de Gestão Pública vai elaborar o edital do leilão com o apoio da empresa. A expectativa é que a publicação do edital ocorra na primeira semana de setembro“, afirmou.

Dois projetos que mudam atribuições das subsidiárias já foram apresentados. Um deles modifica o nome da unidade de Contact Center para Companhia de Tecnologia de Desenvolvimento

A ideia é que essa parte fique responsável pelo canal 156, de atendimento ao cidadão, além da informatização dos processos da gestão municipal.

Com informações do Tele.Síntese.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Fred

A Oi é a maior prova que privatizar tele estatal não melhora nem a qualidade do serviço e muito menos a saúde financeira da empresa.

João Carlos Nunes Vargas

O problema da Oi foi que os antigos sócios da Telemar ( concessionária da região sudeste/norte/nordeste) e da Brasil Telecom ( concessionária da região Centro Oeste / Sul)não tinham experiência na área de telefonia. A Construtora Andrade Gutierrez ainda era sócia da Telemar! E depois da fusão a provada no governo de Luís Inácio da Silva ( Lula), algo bom a meu ver, houve dificuldades. Mas vejam Vivo, Tim e Claro. Ótimos resultados.