Venda da Sercomtel contará com assessoria da B3

Bolsa deve sediar o leilão das ações, agendado para dezembro. Até lá, Prefeitura pretende reforçar o caixa para garantir as operações.

Fachada da Sercomtel
Imagem: Divulgação

Com problemas financeiros e um processo de caducidade de outorgas na Anatel, a Sercomtel teve sua privatização confirmada. A empresa que irá apoiar e assessorar no processo será a B3.

A bolsa vai contribuir na elaboração da minuta do edital de privatização, além de sediar o leilão das ações, agendado para ocorrer em dezembro. Até o fim do ano, a Prefeitura pretende reforçar o caixa da empresa com R$ 7 milhões para garantir a continuidade das operações.


Para conseguir o dinheiro, será feita a venda do controle das subsidiárias Sercomtel Contact Center e Sercomtel Iluminação. Entretanto, tudo ainda depende de um projeto de lei. A entrega deve ser feita nos próximos dias para a Câmara de Vereadores da cidade.

VIU ISSO?
Sercomtel completa 51 anos hoje; conheça seu passado e futuro
Nova promoção da Sercomtel garante desconto na banda larga
Sercomtel dá até 70% de desconto em renegociação de dívidas

Nos últimos dias, os vereadores foram informados que a venda da participação municipal na Sercomtel será feita por meio de um leilão na bolsa de valores, em São Paulo. A informação veio de Juarez Tridapalli, secretário de governo.

“Na última sexta-feira concluímos a versão final do contrato que vamos firmar com a B3. A Secretaria de Gestão Pública vai elaborar o edital do leilão com o apoio da empresa. A expectativa é que a publicação do edital ocorra na primeira semana de setembro“, afirmou.

Dois projetos que mudam atribuições das subsidiárias já foram apresentados. Um deles modifica o nome da unidade de Contact Center para Companhia de Tecnologia de Desenvolvimento

A ideia é que essa parte fique responsável pelo canal 156, de atendimento ao cidadão, além da informatização dos processos da gestão municipal.

Com informações do Tele.Síntese.

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

2
Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Frederico Espíndola
Colaborador

A Oi é a maior prova que privatizar tele estatal não melhora nem a qualidade do serviço e muito menos a saúde financeira da empresa.

João Carlos Nunes Vargas
Visitante
João Carlos Nunes Vargas

O problema da Oi foi que os antigos sócios da Telemar ( concessionária da região sudeste/norte/nordeste) e da Brasil Telecom ( concessionária da região Centro Oeste / Sul)não tinham experiência na área de telefonia. A Construtora Andrade Gutierrez ainda era sócia da Telemar! E depois da fusão a provada no governo de Luís Inácio da Silva ( Lula), algo bom a meu ver, houve dificuldades. Mas vejam Vivo, Tim e Claro. Ótimos resultados.