Crise econômica e pirataria são os vilões da TV paga, diz global

Ex-diretor da Globosat afirma que o brasileiro que pirateia pode ser o mesmo que vai às ruas protestar contra corrupção.

Após 25 anos no comando da Globosat, Alberto Pecegueiro deixou o seu cargo de diretor e assume o papel de consultor de joint-ventures do Grupo Globo. Considerado o “pai” da expansão da TV paga no Brasil, o executivo defende a reinvenção do atual serviço por assinatura.

O setor de TV por assinatura perdeu 4 milhões de assinantes nos últimos 6 anos. Alberto considera a longa crise econômica e a pirataria como os principais inimigos da TV paga. Segundo ele, existe muita hipocrisia naqueles que assistem conteúdo ilegal.


“Alguns assinantes ‘piratas’ não acreditam que estão cometendo um delito. Esse cidadão que furta sinal de TV paga pode ser o mesmo que vai às ruas protestar contra políticos corruptos. Vai entender” diz Pecegueiro, durante entrevista.

O ex-diretor fala no “talento” do brasileiro de encontrar novas formas de pirataria. Ele dá o exemplo de que a base dos canais Premiere (PPV) possui em torno de 2 milhões de assinantes. Entretanto, num bom jogo do campeonato brasileiro a audiência aferida no Premiere chega a mais de 4 milhões de residências.

VIU ISSO?

–> Dois anos depois de perder processo, HTV BOX continua a ser vendido

–> Globoplay provoca Netflix nas redes sociais

–> Pacote HBO terá mudanças a partir de fevereiro

Pecegueiro reconhece as qualidades da Netflix, principalmente sob o ponto de vista tecnológico, mas ele destaca que os conteúdos de maior sucesso da plataforma são de terceiros. Com a migração para outros serviços, a plataforma tem que correr contra o tempo para substituí-los por produções próprias.

O atual consultor do Grupo Globo acredita que a inteligência artificial poderá fazer a diferencial no futuro do entretenimento, servindo como uma espécie de curadoria, ajudando o usuário a escolher entre os milhões de conteúdos disponíveis.

Com informações de UOL TV e Famosos.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
14 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Rodrigo Dias

Mas aí o que adianta criticar quem pirateia sinal se as operadoras de TV paga cobram 200, 300 reais para poder ter acesso a esses pacotes. A pessoa vai assinar TV paga, mas se quiser ver jogo tem que assinar o pacote X, se quer ver filme, assine o pacote Y, quer ver outra coisa, Assine o pacote Z. Aí não tem como.

A gente até quer ser honesto, mas o pessoal também não colabora.

Cidade - UF
Gravataí/RS
Luiz Carlos Querido

Se não pode comprar então precisa roubar, é isso?

Cidade - UF
macaé rj
Rodrigo Dias

Em um mundo perfeito, isso não seria certo mesmo.

Cidade - UF
Gravataí/RS
Rogerio Pires

Concordo em parte com o exposto acima! A Tv paga sempre ganhou muito dinheiro, mesmo sendo um produto caro e para poucos (Grupo Globo que o diga); poderia ter ganho muito, mas muito mais, se não fosse os preços exorbitantes cobrados. Por uma época a pirataria foi o problema e também não concordo com isso. Agora, a título de comparação, verifiquem a quantidade de pessoas que tem alguma assinatura de Streaming… mesmo que divida a assinatura com 3 ou 4 grupos, ainda assim o serviço é rentável e acessível, coisa que a Tv a cabo nunca se propôs a ser.… Leia mais »

Cidade - UF
Uberlândia - MG
Alex Codimax

O problema é que muita gente simplesmente assina e não vê o detalhe que diz > preço X durante 3 ou 6 meses .. e depois desse período a operadora também não imforma quanto vai ser depois desse período,sabe-se que geralmente a fatura dobra de valor, triplica ou até ainda mais. então,por isso muita gente não utiliza tv paga por causa desses aumentos que estão nos contratos e o brasileiro em geral não lê. E um kit tv gato hoje se fosse comprado a vista, equivaleria em uma média de 6 mensalidadesda tv paga,por isso muita gente opta pela tv… Leia mais »

Cidade - UF
Ariquemes-Rondonia
Glauber Henrique Do Nascimento

A pirataria só está estabelecida, por causa das próprias operadoras.Os valores cobrados são surreais,para efeito de comparação ,em Portugal um pacote com os triple play com 100megas de internet, tv com 130 canais ,mais VoIP gratuito dentro de Portugal e para alguns países , custa 5% de um salário mínimo.Ja no Brasil custa o equivalente de 20 a 30% do salário mínimo.
Fica difícil um trabalhador investir em entretenimento no Brasil com esses valores

Cidade - UF
São Bernardo do campo -Sao Paulo
Ron Damon

Falam isso como se fosse novidade. Aposto que a própria família ou ele mesmo já consumiu conteúdo pirata. Dá pra contar nos dedos no BR quem não consome… Se ele quer acabar com isso vai ficar querendo até o fim dos tempos.

Cidade - UF
São Paulo/SP
Andre Lopes

Ser honesto em nosso país está difícil.

Cidade - UF
São paulo
João Vanderlei

Engano seu Sr.Pesegueiro.
A culpa não é da economia,nem da pirataria.A culpa é dos gdes.grupos de comuniçao cujos interesses é o enriquecimento cada vez maior a custa do assinante.

Cidade - UF
Mauá/SP
Rodrigo Zika!

No Brasil tudo e caro, e não e compatível com o salário do trabalhador comum, junta isso a serviços piratas desde decos via satélite ou via cabo, hoje em dia basta você ter um pacote básico, comprar um separador de sinal e puxar um segundo ponto em um deco pirata, pronto você terá tudo e pagando menos, praticamente quase todos que pagam fazem isso hoje em dia, o preço não e compatível pelo que os canais oferecem, e com o streaming crescendo cada vez mais, a tendência e a TV por assinatura inovar e morrer do jeito que e atualmente,… Leia mais »

Cidade - UF
SP
Wander Amorim

Vcs, donos de tv acabo, são inocentes ou fingem. Chamem pra trabalhar nas empresas de vcs o cara que desenvolve mecanismo para tv agato. Já tá na hora de vcs dividirem o bolo!

Cidade - UF
São Paulo
Everton Bertino

Ainda que fossem as assinaturas com preços mais baixos, teríamos brasileiros tentando um jeito de roubar!
Vide com os streamings, são baratos, mas o povo quer o “jeitinho” para não pagar ou sair quase de graça! Isso tanto em streaming de filmes quanto de música.

E há quem defenda como certo dar “jeitinho” – leia-se roubar- para tudo….

Cidade - UF
Paulista-PE
Luiz Carlos Querido

Disse tudo. Não posso pagar, não posso ter, simples não?

Cidade - UF
macaé rj
Luiz Carlos Querido

A desculpa do brasileiro é essa. é caro, não posso pagar então eu roubo. Depois vai nas ruas contra a currupissaum.

Cidade - UF
macaé rj