Streaming vai ultrapassar TV paga ainda neste ano, diz relatório

Lançamento de novas plataformas deve impulsionar o setor de entretenimento sob demanda em 2020.

Segundo uma análise publicada nesta semana pela Ampere Analysis, até o final de 2020, mais de 30 países terão mais assinantes de plataformas de streaming do que de TV por assinatura. De acordo com a empresa, o aumento nos últimos dois anos se deve ao lançamento de novas plataformas de vídeo sob demanda.

O ano de 2019 terminou com 29 países apresentando um número de assinaturas em serviços de streaming maior do que o de clientes da TV paga. Os Estados Unidos, por exemplo, já tinham atingido esse marco em 2016.


Já na América Latina e Brasil, somente o número de usuários da Netflix já representa quase metade dos assinantes de TV por assinatura na região. Espera-se que ao longo de 2020 esse número dispare, com a chegada de novas plataformas.

O preço baixo, a inexistência de contratos de fidelidade e a disponibilidade em dispositivos móveis continuam a ser os maiores atrativos dos serviços sob demanda.

VIU ISSO?

–> Claro TV pretende descontinuar pós e focar no pré-pago, diz fonte

–> Atrasada, Comcast também pretende entrar no mercado de streaming

–> Concorrência já promove mudanças na Netflix

Por outro lado, cada vez mais os serviços tradicionais de TV por assinatura têm se tornado menos atraentes, com preços altos, taxas de uso de equipamentos e pacotes de canais engessados.

Além disso, a mudança no comportamento do consumidor, que quer ter maior controle sobre os conteúdos assistidos, tem proporcionado uma importante virada no mercado de entretenimento.

Com informações de SlashGear.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários