Claro TV pretende descontinuar pós e focar no pré-pago, diz fonte

Plano mais barato de TV via satélite da operadora deve ser lançado em fevereiro.

Nos últimos dias, noticiamos o aumento da taxa de adesão do serviço de TV por assinatura da Claro e a suspensão das vendas do produto via satélite. O Minha Operadora conseguiu fazer contato com uma fonte dentro da operadora — que pediu para não ser identificada — e recebeu a informação de que as mudanças fazem parte de uma nova estratégia de negócios da empresa.

Segundo a fonte, as movimentações dentro da Claro apontam para uma descontinuação do produto pós-pago de TV via satélite nos próximos meses, para focar as vendas apenas no plano pré-pago. Um novo serviço já deve ser lançado em fevereiro.


A ideia é que a operadora passe a vender apenas o decoder, custando R$ 199, e o cliente deverá comprar a antena diretamente com um antenista — que ficará responsável por fazer a instalação na residência.

Hoje, o mercado possui uma grande variedade de antenas e de preços, o que permite ao usuário escolher qual a melhor oferta de antena e de instalação.

A fonte da Claro afirma que o aumento da taxa de adesão do serviço de TV por assinatura de R$ 90 para R$ 350 faz parte deste processo de desestimular a compra do serviço pós e fazer com que o cliente opte pelo plano pré-pago via satélite.

Posteriormente, o cliente faz recargas para assistir à programação, como já acontece no atual serviço pré-pago oferecido pela operadora. As recargas serão muito mais baratas que o usuário paga hoje no plano pós-pago.

VIU ISSO?

–> Claro TV aumenta taxa de adesão de R$ 90 para R$ 350

–> Assinaturas da Claro TV via satélite estão suspensas

–> Claro TV ganhou 8 novos canais desde que absorveu a NET

Atualmente, a Claro tv pré-pago oferece planos de recargas quinzenais e mensais, custando entre R$ 18 e R$ 109. O usuário pode adquirir apenas o receptor SD ou HD, caso já possua uma antena, ou adquirir um kit completo (com a parabólica).

Além de se adaptar a um novo mercado acostumado com as plataformas de streaming, com maior liberdade e sem contratos de fidelidade, o serviço pré-pago poderia coibir a pirataria do sinal de TV paga, afirmou a fonte.

O Minha Operadora entrou em contato com a Claro para confimar o aumento da taxa de adesão e as mudanças no serviço de TV via satélite. Porém, como já é de costume, a assessoria de imprensa da operadora deixou os consumidores sem resposta novamente.

Até o momento, a operadora não emitiu uma nota oficial sobre essas mudanças em seus planos de TV por assinatura, o lançamento de um novo produto pré-pago ou o fim do plano pós via satélite.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
6 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários