Atrasada, Comcast também pretende entrar no mercado de streaming

Empresa pretende atrair os espectadores que abandonaram o serviço de TV a cabo.

Foto: Pixabay

A Comcast, grupo de mídia que controla a NBCUniversal, finalmente anunciou que pretende entrar no mercado de streaming. O novo serviço, chamado de Peacock, deverá ser lançado em 15 abril e contar com até 15 mil horas de conteúdo.

Quando estrear, o Peacock entrará em um ambiente já dominado pela Netflix, Disney+, Apple TV+, Amazon Prime Video, Hulu e CBS All. Além disso, em maio chega ao mercado o HBO Max, para deixar o setor ainda mais competitivo.


Diferente de outras plataformas, o Peacock terá pacotes diferentes distintos, anúncios e será gratuito para os clientes da Comcast. Para outros usuários, será cobrada uma taxa mensal diferenciada.

Mesmo com uma taxa mensal mais baixa, US$ 9,99 (R$ 41,91), suportada pelos anúncios, a Peacock ainda deve enfrentar a concorrência de US$ 5 (R$ 20,93) por mês do Apple TV+ e os US$ 7 (R$ 29,30) mensais da Disney+. O plano padrão da Netflix custa US$ 13 (R$ 54,41) por mês.

VIU ISSO?

–> Apple TV+ contrata ex-CEO da HBO

–> Concorrência já promove mudanças na Netflix

–> Globoplay vence importante disputa contra a Netflix

O serviço on demand da Comcast deve reunir todo o conteúdo da NBCUniversal, incluindo séries de sucesso como “Cheers”, “30 Rock” e “Parks and Recreation”.

A empresa pretende investir na plataforma US$ 2 bilhões (R$ 8,37 bilhões) ao longo de 2020 e 2021. O valor é baixo se comparado aos US$ 19 bilhões da Netflix para criar conteúdo em 2019.

Com informações de Reuters.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários