quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Claro pretende cobrir 80% do Brasil com IoT ainda neste ano

O que você achou? 
Claro irá entrar com as soluções móveis e Embratel será responsável pelos negócios de Internet das Coisas do grupo.

A Claro Brasil, detentora das marcas NET, Claro e Embratel, pretende levar sua tecnologia LTE-IoT para 80% do Brasil ainda neste ano. 

A Claro irá entrar com as soluções móveis e a Embratel será responsável pelos negócios de Internet das Coisas (IoT) do grupo. 

Atualmente, a cobertura de IoT da Claro Brasil é de 60% e utiliza prioritariamente a tecnologia 2G. 

Com a expansão, a infraestrutura será compatível também com as tecnologias LTE M1 e NB-IoT LTE.

O Cat-M1 e o NB-IoT são idealizados para atender à conectividade celular de baixo custo para aplicações de IoT com reduzida taxa de dados.

VIU ISSO?


Seu potencial é melhor explorado na conexão de sensores de medição de energia, segurança predial, rastreamento de ativos, médicas, iluminação, infraestrutura, controle e automação industrial e ponto de venda no varejo.

No mês passado, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) abriu uma tomada de subsídios para discutir mudanças regulatórias. 

A medida irá facilitar o avanço da Internet das Coisas no Brasil e poderá contribuir para a expansão da tecnologia da Claro. 

Nesta semana, a Claro também anunciou novidades e mudanças no seu programa de relacionamento Claro Clube.



Nenhum comentário:

Postar um comentário