domingo, 23 de setembro de 2018

Internet será mais decisiva que TV nessas Eleições 2018

O que você achou? 
Brasileiros terão que votar daqui a duas semanas e tudo indica que fonte principal de informação para definir representante venha de canais on-line.

Os votos para as Eleições 2018 no Brasil acontecerão daqui a duas semanas, a partir do dia 7 de outubro, e uma tendência parece estar sendo modificada neste ano.

Diferentemente do que ocorria antes, quando a televisão aberta era o principal meio de informação dos brasileiros para acompanhar a disputa de votos, neste ano outro meio está tomando a hegemonia da TV e pode influenciar e ser muito mais decisiva do que ela: a internet.



De acordo com a Agência Brasil, especialistas acreditam que a internet terá mais peso do que nunca na decisão de 2018 e que pode, ainda, mudar em definitivo a maneira de se fazer campanha eleitoral no país.

Ainda segundo seu levantamento, tanto pesquisadores de comunicação quanto consultores eleitorais dizem que 147,3 milhões de eleitores devem escolher seus representantes com base em uma influência de conteúdos compartilhados, seja em redes sociais ou em apps de mensagens instantâneas, como Facebook Messenger e WhatsApp.

LEIA TAMBÉM:

“Tem se especulado que esse pleito possa vir a ser a primeira eleição onde a internet assuma papel protagonista”, resumiu o sociólogo e cientista político Antônio Lavareda, que já trabalhou em mais de 90 eleições de campanhas para presidente, governador e senador.

De fato, pela internet a comunicação e os assuntos não param. É diferente do que ocorre na TV e no rádio, onde é preciso esperar pelo horário eleitoral obrigatório e gratuito para acompanhar maiores conteúdos, muitas vezes ouvindo de forma silenciosa.

Afinal, na internet, políticos podem até publicar seus conteúdos, mas quem determina a receptividade de cada informação e quem interage com esses conteúdos são os próprios usuários e eleitores, o que faz com que a influência na internet de fato possa ser muito maior do que aquela gerada pela televisão.

De toda forma, ainda é preciso ficar atento para as notícias falsas, mensagens interpretadas de maneira errada, difamações generalizadas e manifestações de ódio. Esses são os grandes riscos da internet.

Com informações da Agência Brasil


3 comentários:

  1. A parte final do texto, e o que esta ocorrendo atualmente, muitos que nem irão votar, ou vão votar em qualquer um, estão postando coisas de apenas um candidato, só que em forma de ódio, apenas mostrando os ponto que lhe interessam, e coisa negativas, querendo mudar o voto de alguns na força, acho que já chega de hipocrisia nesses país, quem esta dormindo e acha que esta tudo lindo e maravilhoso, que continue se desejar, quem acordou que tente mudar de alguma forma.

    ResponderExcluir
  2. "De acordo com a Agência Brasil, especialistas acreditam que a internet terá mais peso do que nunca na decisão de 2018 e que pode, ainda, mudar em definitivo a maneira de se fazer campanha eleitoral no país... Ainda segundo seu levantamento" QUEM SÃO OS ESPECIALISTAS E QUAL É ESSE LEVANTAMENTO? TUDO PRECISA DE LINK DE ACESSO A PUBLICAÇÃO ORIGINAL CASO CONTRARIO É CONSIDERADO FAKENEWS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2018-08/com-fim-da-hegemonia-da-tv-internet-pode-ser-decisiva-nestas-eleicoes

      Excluir