segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Fiscalização da Anatel atuará novamente no 2º turno das eleições

O que você achou? 
Agência busca garantir que não haja intercorrência no funcionamento das redes.

Durante o segundo turno das eleições, o funcionamento das redes utilizadas na transmissão dos dados das urnas eletrônicas de todo o país será acompanhado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Segundo a agência, no primeiro turno, realizado no último domingo (07), não houve nenhum problema.



O coordenador de fiscalização de serviços da Gerência de Fiscalização, Alexandre Ataíde, e o servidor da Unidade Operacional do Distrito Federal, José Maria da Cruz, estiveram a postos nesse domingo, dia 7, no Centro de Monitoramento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

Eles foram os responsáveis por garantir a resolução, pelas prestadoras, de qualquer intercorrência no funcionamento das redes.

VIU ISSO?


Também estavam presentes no Centro de Monitoramento representantes das diferentes empresas de telecomunicações contratadas pelo Tribunal, como Vivo, Oi, Claro, Embratel, entre outras. 

Nos estados, os gerentes das Gerências Regionais e Unidades Operacionais da Anatel ficaram disponíveis caso fosse necessária a atuação local junto aos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs).

Antes das eleições, a Anatel emitiu 85 notificações ou ofícios a outros órgãos para evitar situações que prejudicassem a transmissão das informações das urnas para a apuração dos votos. 

A interação com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e o Exército, entre outros, buscou evitar a realização de obras nos estados que pudessem danificar a infraestrutura das redes das prestadoras.



Um comentário:

  1. Fala que tem fiscalização, mais tiveram casos gravados em vídeos, onde muito iriam votar, ou a foto do candidato não aparecia, ou quando apertava o numero 1, já aparecia 13, a mídia fingiu que não viu, uma vergonha.

    ResponderExcluir