quarta-feira, 25 de julho de 2018

Oi vai à China e firma parceria estratégica com a Huawei

O que você achou? 
Operadora avança em reestruturação operacional e parceria deve resultar em expansão da cobertura de telefonia móvel, 4,5G e banda larga por fibra ótica.


A Oi anunciou, nesta quarta-feira (25), a assinatura de uma parceria estratégica com a Huawei, líder global em tecnologias de informação e comunicação, para atuar na reestruturação operacional prevista em seu plano de recuperação judicial. O foco é na expansão da rede de fibra ótica e no aumento da cobertura de dados móvel. 

Conforme a operadora explicou, novos contratos com fornecedores de equipamentos vão sustentar a transformação de toda a rede de banda larga fixa e móvel da Oi. A partir disso, um novo modelo de negócio está sendo adotado para a implantação da infraestrutura de fibra ótica até a casa do cliente (Fiber to The Home – FTTH), o que deve melhorar significantemente a qualidade do Oi Fibra e Oi TV. 




"A negociação contribui para uma maior eficiência operacional a partir da consolidação de fornecedores por tecnologia e/ou por região na área de atuação da companhia", informa.

A parceria com a Huawei foi formalizada nesta terça-feira (24) na sede da empresa chinesa, em Shenzhen. Participaram do ato o presidente do Conselho de Administração da Oi, José Mauro Mettrau Carneiro da Cunha, o presidente da Oi, Eurico Teles, e o diretor de Operações da companhia, José Claudio Moreira Gonçalves, além do diretor de Engenharia, André Ituassu, e do diretor de Suprimentos, Marcello Cunha. 

Rentabilização de ativos da Oi


O novo modelo de fibra ótica, que busca maximizar a rentabilização dos ativos existentes na Oi e associar a realização de novos investimentos ao resultado das vendas de serviços em cada região, será potencializado com os novos contratos. 

A Oi investirá num formato “just in time”, evitando a construção de infraestrutura ociosa e atendendo com mais precisão a demanda dos clientes por uma banda larga mais robusta. Este modelo já vem sendo implantado em alguns municípios e será acelerado agora com a expansão da rede da Oi.

LEIA TAMBÉM:

Em outra frente de transformação, a operadora iniciará a modernização da sua rede móvel em conjunto com o aumento da cobertura dos serviços de fibra, ampliando a capacidade dos serviços 4,5G com a redução gradual das tecnologias 2G e 3G. A ideia também é deixar a rede preparada para a implantação do 5G quando chegar ao Brasil.

O plano estratégico desenhado para orientar os investimentos contempla ainda a adequação da rede móvel da Oi para as soluções de internet das coisas (IoT). Para atender o aumento no volume de tráfego decorrente da ampliação da cobertura móvel e da expansão da fibra ótica, a Oi vai aumentar a robustez de sua rede ótica de transporte (OTN) de 100 Giga (backbone), além de promover a modernização dos equipamentos da rede de acesso (que compõem a arquitetura de rede conhecida como ‘single edge’).

Além da modernização da rede, as parcerias também buscam trazer maior eficiência operacional, já que ocorrerão algumas uniformizações de fornecedor por tecnologia ou região. Essa uniformização poderá gerar ganhos de eficiência através, por exemplo, da otimização do uso de todas as frequências da rede móvel, e também contribuem para a redução de custos, já que a concentração dos equipamentos em uma única empresa torna menor a infraestrutura necessária para a operação em cada área.

Os novos contratos preveem que os projetos sejam concluídos em até cinco anos, podendo ser antecipados. 

O processo de transformação da rede da Oi já teve início e vem sendo realizado com recursos previstos no orçamento deste ano, como foi o caso da implantação de fibra ótica em domicílios de Duque de Caxias e Cabo Frio, no Rio de Janeiro, e Pouso Alegre e Divinópolis, em Minas Gerais.

Os projetos serão intensificados com os recursos provenientes do aumento de capital de R$ 4 bilhões, que a companhia pretende realizar em dinheiro novo, conforme previsto no plano de recuperação judicial aprovado em assembleia de credores e homologado pela Justiça. Os investimentos seguirão o planejamento desenhado no plano de recuperação judicial.

Quanto à Huawei, ela tem interesse no desenvolvimento econômico dos países em que atua, e trabalha para conectar o maior número de pessoas possível, levando em consideração a infraestrutura para conectividade móvel e algumas tendências, como nuvem e Internet das Coisas. A companhia também atua em colaboração com entidades locais e já conecta mais de dois terços da população brasileira.

Durante o evento que firmou a parceria entre as duas empresas, também estiveram presentes, da parte da Huawei, o Chairman da companhia, Dr. Liang Hua, o vice-presidente global de Redes Wireless, Mr. Zhou Yuefeng, o vice-presidente global de Redes Fixas, Mr. Wei Feng, e o presidente para América Latina, Mr. Zhou Zhilei. Também estiveram presentes o presidente da Huawei Brasil, Yao Wei, o presidente da área de Operadoras para a Huawei Brasil, Derrick Sun, o vice-diretor da conta da Oi, Wesley Wang, além de Lidia Quanling, da área de relações públicas da Huawei no Brasil.


7 comentários:

  1. Espero que ela cresça e seja uma boa operadora com preços justos. Vamos esperar os próximos capítulos.

    ResponderExcluir
  2. Espero que essa fibra óptica chegue logo aos clientes por uma banda larga mais robusta.Pois até o momento é só lixo e decepção.

    ResponderExcluir
  3. A oi internet só se mantém onde não existem os concorrentes como NET, vivo fibra, claro fibra e provedores locais que estão implantando a rede de fibra em cidades menores.

    ResponderExcluir
  4. Operadora mais ladra do mercado.

    ResponderExcluir
  5. " foco na expansão da rede de fibra ótica " ... È isso aí mesmo! Avante Oi!

    ResponderExcluir
  6. O 4,5g mais falso do mundo menor velocidade que 4g

    ResponderExcluir
  7. eu torço pela oi da volta por cima,pois ela é a unica que teve peito pra vir aqui pro meu Estado na região norte..enquanto as modinhas net,vivo,e outras querem a comodidade de levar internet apenas pra pessoas que moram atras de seus "quintais"

    ResponderExcluir

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.