InícioNotíciasVivo é acusada de cometer bullying em comercial

Vivo é acusada de cometer bullying em comercial

Vídeo ‘Tampinha’, do Vivo Fibra, chegou ao Conar após denúncia de consumidores.




Três consumidores de São Paulo e Vitória da Conquista, na Bahia, acusaram a Vivo de cometer bullying em um comercial. O vídeo em questão é o “Tampinha”, lançado em janeiro deste ano para divulgar o serviço de banda larga Vivo Fibra.


Se você se lembra do comercial que passou na TV, viu que se tratava de um garotinho que, ao passar pelos colegas para ir para a casa, era chamado várias vezes de “Tampinha”. Apesar da pena que o espectador pode sentir por um possível caso de bullying, o final do vídeo mostra que ele é um youtuber famoso, cujo nome artístico é Tampinha.













Mas parece que a mensagem que a Vivo quis passar, de “viva mais quem você é e menos os rótulos”, não foi bem interpretada por alguns espectadores.
LEIA TAMBÉM:
Ao Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), os denunciantes disseram que o filme mostra justamente um caso de bullying, já que a criança é chamada repetidas vezes por amigos de tampinha. 
A Vivo e a agência que fez o comercial se defenderam, considerando que a intenção é justamente mostrar o contrário do que foi percebido, que seria a atitude alegre e positiva do menino desmentindo qualquer incômodo causado pelo apelido. O relator concordou com os argumentos e arquivou o caso.
No vídeo publicado no YouTube do Minha Operadora, vários usuários também disseram não entender a mensagem da propaganda. Alguns disseram que se a intenção foi mostrar que não se tratava de bullying, e sim de um reconhecimento, que o menino é antissocial, não cumprimenta seus fãs na rua e passa, supostamente, uma mensagem hipócrita de que é algo no mundo virtual e de outra forma no mundo real.


6 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
6 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários